Melasma: O que é e como prevenir as manchas na pele

15 de outubro, 2021

Embora o termo seja muito comum, nem todas as pessoas sabem o que significa melasma — e algumas até se assustam com o nome. Recentemente, o tema veio à tona porque a atriz e cantora Cleo revelou que vive com o problema. A artista desabafou que passou por momentos turbulentos, mas que agora está tratando o problema de forma adequada, além de conhecer melhor a enfermidade e o que ela pode causar.

O melasma é uma doença que leva ao surgimento de manchas mais escuras na pele e não tem cura, apenas tratamento. Geralmente, essas marcas surgem em locais que estão mais expostos à luz solar, como: mãos, rosto, braços e colo.

“O fato é que quando nos expomos ao sol sem proteção, nosso corpo acaba sintetizando mais melanina para nos proteger da radiação. A melanina gera a cor marrom na pele, e quando se deposita nela, acaba gerando manchinhas de melasma. Isso geralmente ocorre em mulheres entre 20 e 50 anos“, conta a dermatologista Priscila Camara de Camargo.

De acordo com a especialista, existem três principais tipos de melasma:

  • Melasma dérmico: ocorre quando há um depósito de melanina ao redor de vasos profundos e superficiais da pele;
  • Epidérmico: quando o pigmento ocorre na camada mais superficial da pele, a epiderme;
  • Melasma misto: atinge áreas da derme e da epiderme ao mesmo tempo.

Principais causas

Vários fatores podem contribuir para o surgimento do melasma, como exposição solar sem proteção, desequilíbrios hormonais, uso de alguns tipos de medicamentos ou anticoncepcionais, determinadas doenças e gravidez.

“A maioria dos casos está relacionada à exposição solar. Por isso, é importante caprichar no uso do filtro com alto FPS (sempre acima de 30)”, destaca a médica.

O tratamento do melasma pode variar bastante, mas é essencial o acompanhamento de um dermatologista especializado. Isso porque somente o profissional poderá recomendar um protocolo eficaz.

Como prevenir o melasma

De acordo com Priscila Camara de Camargo, é possível tomar alguns cuidados para prevenir o surgimento das manchinhas:

  • Use protetor solar diariamente: O produto não só previne o melasma, como também reduz a piora dos quadros já existentes;
  • Evite certos medicamentos: Se você já tem predisposição ao melasma, converse sempre com um médico antes de iniciar tratamentos de reposição hormonal ou com pílulas anticoncepcionais;
  • Invista em uma alimentação rica em antioxidantes: Os alimentos antioxidantes nos livram dos radicais livres do organismo e promovem o clareamento da pele, principalmente aqueles ricos em luteína. Por isso, aproveite os benefícios dos vegetais verde-escuros, do tomate, do pimentão e da cenoura.

Fonte: Priscila Camara de Camargo, dermatologista da Clínica Camargo.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.