Benefícios da vitamina C para o pós-operatório

12 de outubro, 2021

A vitamina C é famosa por ser um importante antioxidante. Geralmente, ela é muito utilizada na rotina de skincare por quem quer evitar o envelhecimento precoce. Contudo, o que pouca gente sabe é que a vitamina C pode ajudar a acelerar a recuperação no pós-operatório.

Também chamado de ácido L-ascórbico por alguns dermatologistas, a vitamina C está presente em dermocosméticos, protetores solares faciais, hidratantes e cremes manipulados. Além disso, depois de cirurgias, recomenda-se uma dieta rica no nutriente — juntamente com alimentos fontes de proteínas. Isso porque esse tipo de cardápio reforça o sistema imunológico e protege o organismo contra certas doenças e infecções.

Leia também: Vitamina C: Para que serve, como tomar e benefícios

Papel da vitamina C no pós-operatório

De acordo com a fisioterapeuta dermatofuncional Priscilla Afonso, a vitamina C atua combatendo a ação dos radicais livres no corpo, evitando manchas e rugas na pele. Podemos utilizá-la tanto em tratamentos internos (com o consumo de ingredientes fontes da vitamina) quanto externos (com o uso de cremes contendo o ativo). Além disso, estudos mostram que ela ajuda na cicatrização dos tecidos e na regeneração da pele.

“Ela é, de fato, um excelente cicatrizante. Por isso, sempre indico para os meus pacientes de pós-operatório ou pós-procedimento”, completa Priscila Afonso. Uma vez que o ácido ascórbico protege a região cutânea, ele pode formar uma barreira contra agressões externas — radiação solar e poluição, por exemplo.

Ela também explica que o nosso corpo utiliza a vitamina C para repor tecidos lesionados, curando o local com rapidez e facilidade. “Quando uma pessoa tem deficiência do nutriente, a cicatrização de uma ferida cirúrgica é mais lenta e mais difícil”.

Confira os principais benefícios:

  • Estimula a produção de colágeno;
  • Aumenta a imunidade;
  • Atrasa os efeitos do envelhecimento;
  • Combate os radicais livres;
  • Deixa a pele mais firme;
  • Melhora cicatrizes de acne.

De acordo com a especialista, é recomendado o uso da vitamina C a partir dos 20 anos, sempre combinando o ácido ascórbico com o protetor solar pela manhã. Ao atingir os 30, a pessoa deve reforçar ainda mais a utilização do ativo, já que perde mais colágeno e elastina. Para qualquer tratamento com vitamina C no pós-operatório, consulte sempre um dermatologista.

Fonte: Priscilla Afonso, fisioterapeuta com especialização em fisioterapia cardiovascular e pneumofuncional, manipulativa, e fisioterapia dermatofuncional. Dona da Clínica Priscilla Afonso.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.