Dietas ricas em proteínas vegetais podem reduzir o risco de morte

3 de agosto, 2020

A proteína é um dos macronutrientes essenciais para a saúde do organismo e, mais do que isso, um recente estudo comprovou que é possível concluir que dietas ricas em proteínas vegetais reduzem o risco de morte.

A pesquisa, publicada na revista científica BMJ, comprovou que dietas ricas em fontes de proteína, especialmente vegetal, estão associadas a menor risco de morte por diversas causas, uma vez que a saúde é muito beneficiada pelo consumo desse nutriente.

Leia mais: Comer esse alimento pode reduzir o risco de doenças cardíacas em 20%

Como as dietas ricas em proteína vegetal reduzem o risco de morte

As fontes mais populares de proteínas costumam ser os produtos de origem animal, como as carnes. Porém, há uma enorme variedade de alimentos de origem vegetal também ricos em proteína.

Por isso, a análise revisou 32 estudos prévios com 715.128 participantes, focando especialmente nas fontes vegetais de proteínas, como ervilha, feijões, lentilha, grãos integrais, bem como as oleaginosas (nozes e sementes).

Leia também: Dieta à base de plantas promove envelhecimento saudável

Sendo assim, a pesquisa enfatiza que o consumo regular de alimentos pode diminuir muito o risco de diagnóstico de graves doenças. Por exemplo, diabetes, pressão arterial elevada e demais problemas cardíacos. Ainda, ao reduzir o consumo de proteínas animais e preferir fontes vegetais, há menor risco de derrame (AVC).

Na revisão, a ingestão de proteínas vegetais foi associada a um risco 8% menor de mortalidade por todas as causas e um risco 12% menor de morte por doenças cardiovasculares.

Embora sejam necessários mais estudos, essas descobertas apoiam as recomendações alimentares existentes para aumentar o consumo de proteínas vegetais na população em geral.

Leia mais: Maneiras de consumir proteína sem precisar comer carne

Saiba quais as melhores fontes de proteína vegetal

Leia também: Sinais de que você está comendo pouca proteína

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo