O que pessoas com diabetes podem comer?

30 de setembro, 2021

Quem convive com o diabetes precisa se preocupar em reduzir a quantidade de açúcar e produtos industrializados da dieta. Da mesma forma, é necessário priorizar nutrientes que ajudam a controlar a glicemia, como é o caso das fibras. Mas afinal, o que pessoas com diabetes podem comer?

Leia também: Como baixar o colesterol e a glicose com ajuda da alimentação

O que pessoas com diabetes podem comer? De olho no índice glicêmico

O Índice Glicêmico (IG) é o valor usado para medir a velocidade com que um alimento, especialmente quando contém carboidratos, libera glicose na corrente sanguínea. Ou seja, quanto maior o número, mais rápido seu açúcar cai no sangue.

Para pessoas com diabetes, ingredientes com IGs muito altos são particularmente ruins pois podem aumentar rapidamente a glicemia (nível de glicose no sangue) e sobrecarregar ainda mais o pâncreas, que já é prejudicado por conta da doença.

Desse modo, o órgão pode não dar conta de produzir insulina suficiente para equilibrar esse açúcar, gerando um quadro de hiperglicemia — enjoo, dor de cabeça, cansaço, sonolência e até morte (em casos graves). Portanto, um IG abaixo de 75 é considerado baixo, entre 75 e 95, moderado, e acima de 95, alto.

Portanto, pessoas com diabetes precisam priorizar itens com baixo IG. O que não quer dizer que eles nunca poderão consumir alimentos dos outros grupos: um bom acompanhamento nutricional é essencial para definir o melhor cardápio de acordo com as preferências e as necessidades individuais.

Mas o que o pessoas com diabetes podem comer?

Além disso, alguns nutrientes ajudam a equilibrar a glicose no sangue, sabia? É o caso das fibras, por exemplo (o ideal é consumir entre 25 e 30g por dia).

Alimentos permitidos:

O que o pessoas com diabetes podem comer? Consumo moderado:

Evitar:

  • Carboidratos refinados (massas, farinha de trigo branca, bolos, pães brancos, biscoitos);
  • Arroz branco;
  • Frutas secas;
  • Embutidos (presunto, salame, mortadela, salsicha);
  • Açúcar, mel, açúcar mascavo, calda, cana-de-açúcar;
  • Alimentos industrializados (sorvetes, fast-foods);
  • Por fim, bebidas alcoólicas.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.