Como baixar o colesterol e a glicose com ajuda da alimentação

25 de agosto, 2021

Dentre tantos aspectos da nossa vida que a pandemia bagunçou, a alimentação sem dúvida foi um deles. Isso porque restaurantes tiveram que fechar e fomos obrigados a ir para a cozinha preparar as nossas próprias refeições — ou recorrer ao famoso delivery. O problema é que exagerar nos alimentos industrializados, ricos em carboidratos simples, açúcares e gorduras saturadas, traz consequências para a saúde. E o contrário também é válido, viu? Assim como a alimentação pode prejudicar o organismo, ela também pode ajudar a baixar o colesterol e a glicose, por exemplo.

Para entender melhor a relação entre o que comemos e a nossa saúde, Cris Dias entrevista a endocrinologista Ana Cláudia Meirelles. Não perca o sexto episódio do podcast De Bem Com Você, da Vitat:

Conheça a convidada

como baixar o colesterol

Ana Cláudia Meirelles é médica endocrinologista, uma especialidade que cuida do funcionamento de todas as glândulas do nosso organismo — desde a hipófise, no cérebro, até o pâncreas, que produz a insulina, e os ovários, responsáveis pela produção dos óvulos. “Gosto dessa profissão justamente porque ela presta atenção em todas as partes do corpo, da cabeça aos pés.”

Como baixar o colesterol e a glicose: O que é cada um deles

De acordo com a médica, a glicose é a forma mais simples de carboidrato. “Todos os carboidratos que comemos, ao serem digeridos, viram glicose. Desse modo, ela é responsável por gerar energia para as nossas células, garantindo que elas trabalhem adequadamente”, explica. Além disso, quem coloca a glicose para dentro das células é a insulina — essa substância funciona como uma “chave”, que abre a “porta” da célula para a glicose entrar.

O colesterol, por outro lado, faz parte do grupo dos lipídios (gorduras). Mas não pense que ele é um grande vilão: é importante para diversos processos que ocorrem no nosso organismo, como a formação das membranas celulares e a fabricação de inúmeros hormônios. Na verdade, o que pode fazer mal é o excesso dele.

Leia também: Como começar a correr: Da caminhada à maratona

Mas o que causa o desequilíbrio da glicose e do colesterol?

Para a endocrinologista, o grande problema do excesso de glicose e de colesterol no corpo é que, na maioria das vezes, não há sintomas. “Principalmente o colesterol. E quando a glicemia [níveis de glicose no sangue] está muito alta (pré-diabetes), o paciente só vai perceber quando é acometido por alguma outra doença relacionada. Por isso, é muito importante fazer um check-up pelo menos uma vez por ano para controlar essas taxas”, aconselha.

Alguns fatores são considerados de risco para o desequilíbrio do colesterol e da glicose, por exemplo:

  • Componentes genéticos;
  • Má alimentação;
  • Sobrepeso;
  • Sedentarismo;
  • Consumo excessivo de álcool;
  • Tabagismo.

Leia também: Maneiras de controlar a mente e aliviar o estresse em tempos difíceis

Como baixar o colesterol e a glicose?

Não existe receita milagrosa, é preciso adotar hábitos saudáveis. E a dupla imbatível, nesse caso, é alimentação equilibrada + exercícios físicos. “Pequenas mudanças fazem toda a diferença. Comece cozinhando mais e preparando as suas próprias marmitas, por exemplo. Abrir um pacote de biscoito pode ser muito prático e rápido, mas descascar uma banana leva até menos tempo”, diz Ana Cláudia. Então, já sabe: desembale menos e descasque mais!

Leia também: Hábitos para adotar agora e mudar a sua vida para sempre

Sobre o De Bem Com Você

No podcast da Vitat, Cris Dias conduz conversas descomplicadas com especialistas e convidados para você descobrir como ficar de bem com você. A cada semana (às quartas), um episódio novo será lançado. Confira os outros temas aqui!

E tem para todos os gostos: os bate-papos também ficarão disponíveis nas plataformas de áudio Spotify, Deezer, Google e Apple.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.