Falta de fibras na alimentação: Sinais que o organismo dá

13 de julho, 2021

Você sabe escutar o próprio corpo? A frase pode até parecer clichê, mas nosso organismo realmente dá sinais quando as coisas não estão indo tão bem. Se você negligencia a sua saúde intestinal, por exemplo, o corpo pode desenvolver alguns sintomas da falta de fibras que vão além da prisão de ventre. Quer saber mais? Confira:

4 sinais da falta de fibras no corpo

As fibras são compostos vegetais presentes em grãos, verduras, legumes e frutas que não conseguimos digerir ou absorver. Desse modo, elas passam quase intactas por todo o sistema digestivo. Mas são muito benéficas para a nossa saúde, pois diminuem os níveis de glicose no sangue, contribuem para a formação do bolo fecal, ajudam a eliminar toxinas e melhoram o pH intestinal.

Leia também: Microbiota intestinal: Quais as suas funções e como melhorá-la

“Existem dois tipos de fibras. As fibras solúveis em água (como a aveia), e as insolúveis (farelo de trigo, por exemplo)”, explica a nutricionista Dayse Paravidino. A seguir, ela lista as consequências da carência delas:

1 – Você fica mais cansado(a) e de mau humor

Não é à toa que existe a expressão “enfezado”: a falta de fibras, e consequentemente o intestino preso, podem causar estresse e até ansiedade. Isso porque cerca de 90% da nossa serotonina (neurotransmissor que provoca a sensação de bem-estar) é produzida no órgão.

Portanto, se você não come a quantidade recomendada de fibras diariamente, acaba por atrapalhar a fabricação de hormônios relacionados ao humor.

2 – Você contrai mais gripes e resfriados

Uma alimentação rica em fibras pode ter um papel importante no controle de inflamações e na prevenção de doenças (incluindo a Covid-19). Isso porque as fibras alteram a microbiota intestinal, funcionando como alimento para as bactérias boas presentes na região.

É lá, também, que mora mais da metade dos linfócitos que possuímos — células de defesa que fazem parte do sistema imunológico. De acordo com a nutricionista, um adulto deve consumir de 30 a 40 g de fibras por dia, o que equivale a cerca de 700 g de vegetais.

Leia também: Dieta do microbioma promete mais saúde e perda de peso

3 – Quando há falta de fibras, você fica mais inchado(a)

“Sim, a falta de fibras faz com que o intestino fique preso, e, consequentemente, o abdômen inche”, diz Dayse. E o que fazer? Aumente a ingestão de água e alimentos ricos em fibras.

Vitaminas e sucos, por exemplo, não devem ser coados. Além disso, uma boa opção é a biomassa de banana verde — ela funciona muito bem em receitas de brigadeiro, tortas…

Se for comer alguma fruta, tente não tirar a casca. E caso não goste de arroz integral, vale salpicar um pouco de farelo de aveia por cima da versão branca.

4 – Você não consegue emagrecer

As fibras aumentam o volume do bolo alimentar e evitam picos de glicemia (açúcar no sangue). Essas duas características, por sua vez, tornam as fibras extremamente saciantes. Sem elas, o organismo tende a digerir a comida rapidamente, deixando você com aquela fome de leão logo após a refeição.

“Além disso, quando em contato com a água, as fibras formam uma espécie de gel que pode levar à redução no consumo de alimentos”, complementa a especialista.

Sobre o autor

Amanda Panteri
Amanda Panteri
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em alimentação saudável.