Vida após a bariátrica: uma jornada de mudanças em prol da saúde

Bem-estar Saúde
24 de Abril, 2024
Vida após a bariátrica: uma jornada de mudanças em prol da saúde

Fany Ramos, 29 anos, sempre foi uma pessoa ativa. Ela sabia, também, da importância de cuidar da saúde. Mas a rotina corrida e as responsabilidades da maternidade a fizeram esquecer, por um momento, de zelar por si. Foi apenas em 2020, depois de se perceber sem forças para nada, que a influenciadora com mais de um milhão de seguidores decidiu mudar de vida e contar com a ajuda da cirurgia bariátrica.

Fany perdeu 55kg desde que tomou a decisão. Por outro lado, ganhou de volta a disposição, se apaixonou pela prática de atividades físicas e descobriu que, para cuidar dos outros, ela precisava, primeiro, olhar para si.

“Quando comecei a fazer exames, vi que estava com algumas doenças relacionadas à obesidade – como gordura no fígado e pré-diabetes. Decidi que não queria mais viver essa realidade e, conversando com o médico, entendi que a cirurgia era a melhor opção para mim”, conta.

Passar por essa “virada de chave” é muito importante, aliás, para os pacientes que têm a indicação da cirurgia bariátrica. Isso porque o procedimento pode realmente trazer inúmeros benefícios, prevenindo comorbidades como diabetes tipo 2 e hipertensão, mas deve andar junto com mudanças permanentes no estilo de vida.

influenciadora Fany Ramos compartilha o seu antes e depois

Segundo o médico cirurgião André Augusto Pinto, a intervenção não deve ser romantizada ou enxergada como uma solução mágica. A pessoa precisa estar preparada e disposta a transformar seus hábitos alimentares e seu dia a dia. “É um compromisso de longo prazo com a saúde e o bem-estar,” ele diz.

Era o que Fany queria fazer – e fez. “A cirurgia abriu o caminho para uma longa jornada. As pessoas estão acostumadas com caminhos milagrosos, mas não funciona assim. A bariátrica te dá a oportunidade de uma nova vida, você precisa decidir trilhar esse novo caminho e construir um novo eu”, afirma.

Preparação

A preparação de Fany para o procedimento durou alguns meses. “Fiz muitos exames e passei por muitos médicos para conseguir a aprovação”, conta. Os novos hábitos alimentares e a rotina de exercícios também começaram naquele momento. “Tive que reaprender a comer, aprender a me relacionar com a comida de uma forma diferente. Foi uma grande reconstrução de mente e corpo.”

Esse processo é essencial para evitar o reganho de peso depois dos primeiros 18 meses, problema que chega a acometer até 10% dos indivíduos operados. Além disso, a saúde mental também merece atenção.

Isso porque os pacientes muitas vezes passam por desafios emocionais e psicológicos que exigem cuidado, explica o Dr André Augusto Pinto. A transformação do corpo requer adaptações mentais, um aspecto que o cirurgião enfatiza como crítico para o sucesso a longo prazo.

Fany buscou apoio nesse quesito. “Fui atrás de terapia, pois estava enfrentando muitos problemas com depressão e ansiedade. Na terapia, pude entender tudo o que tinha me levado até ali”, lembra a influenciadora.

Leia também: Preparação para a bariátrica vai além dos exames, saiba mais

Vida após a bariátrica

foto da influenciadora Fany Ramos

Em seu canal do YouTube, Fany postou um relato sobre os dias de dieta líquida do pós-operatório – que não foram muito fáceis. Mas ela garante que todos os desafios valeram a pena.

“Eu perdi 55kg e, hoje, treino de segunda a sexta e me alimento bem por amor ao meu corpo. O autocuidado vai além de fazer skincare e cuidar do cabelo – ele começa com pequenas escolhas no dia a dia, fazendo com que você escolha todos os dias a sua melhor versão!”

O cirurgião concorda que o procedimento pode envolver diferentes altos e baixos. Mas as vantagens superam os riscos e as dificuldades. “O procedimento abre portas para uma nova vida, cheia de possibilidades e esperança”, finaliza.

Fontes: Fany Ramos, influenciadora do Rio de Janeiro; e Dr André Augusto Pinto, médico gastroenterologista e cirurgião da Clínica Gastro ABC.

Sobre o autor

Amanda Panteri
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em alimentação saudável.

Leia também:

mulher com as mãos na barriga
Saúde

Vaginismo afeta o bem-estar e pode ter causas emocionais

O vaginismo é um tipo de dor que acontece durante a penetração. As causas normalmente englobam aspectos psicológicos, e problema atrapalha a vida sexual

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"

mulher de lado tomando um suco verde em um copo
Alimentação Bem-estar

Como comer mais fibras no dia a dia? Dicas simples

O nutriente promove saciedade, melhora o trânsito intestinal, ajuda a evitar picos de açúcar no sangue e diminui a absorção das gorduras. Veja como comer mais