Piores “lanches saudáveis” para quem quer emagrecer

Alimentação Bem-estar
21 de Janeiro, 2020
Piores “lanches saudáveis” para quem quer emagrecer

Eles têm até cara de leves e equilibrados, mas alguns “lanches saudáveis” são verdadeiros inimigos de quem está de dieta.

Seja pela quantidade de carboidratos, calorias, modo de preparo ou tamanho das porções, snacks considerados inocentes por muitos podem ser os culpados das dificuldades de sua jornada rumo ao emagrecimento.

É muito comum – e, na verdade, indicado – ter comidinhas por perto ao longo do dia para casos de fome emergencial. No entanto, é importante saber o que comer. Conheça alguns dos vilões da alimentação saudável e risque do seu cardápio já.

Leia mais: Emagrecer: O que comer para queimar mais calorias

Os piores lanches saudáveis

Biscoitos de arroz sem acompanhamento

É comum associar biscoitos de arroz com lanches saudáveis. Entretanto, comê-los sozinhos, sem nenhum acompanhamento, pode ser um tremendo erro. 

Isso se deve ao fato de esses biscoitos serem, essencialmente, ricos em carboidratos. Assim, eles não provêm nenhum outro macronutriente ou vitamina. Quando ingeridos sem mais nada, os biscoitos de arroz não serão eficientes para saciar a fome. Portanto, não rendem energia suficiente.

Para resolver isso, procure adicionar uma fonte de proteína, por exemplo, atum enlatado, salmão defumado ou queijo cottage.

Nozes

Apesar de serem ótimas para a saúde por serem excelente fonte de gordura boa, quando consumidas em excesso, o que acontece na grande maioria das vezes, as nozes podem sabotar a dieta e, além disso, provocar o ganho de peso. 

Por isso, vale relembrar: o segredo está no equilíbrio e na moderação. 

Além disso, diversas nozes contam com a adição de sal. Sendo assim, o sódio em abundância no organismo pode provocar retenção de líquido e, consequentemente, ganho de peso e acúmulo de gordura corporal. O mesmo vale para as frutas secas.

Leia também: 5 erros da dieta que você comete no trabalho

Smoothies 

Mesmo que deliciosos e nutritivos, os smoothies podem estar atrapalhando sua dieta. A explicação é a seguinte: devido ao seu elevado valor calórico, eles podem provocar um superávit calórico diário e, assim, ocasionar o ganho de peso. 

Portanto, o ideal é optar por versões menos calóricas dessa bebida. Por exemplo, adicionar uma ou duas bananas a menos, frutas low carb e, possivelmente, substituir o iogurte usado por uma versão com menos gordura, como o kefir

Leia também: Alimentos ricos em probióticos – além do iogurte

Granola

Parte do café da manhã de muitas pessoas, a granola pode ser vilã. Mas, calma, isso não é regra. Para evitar que a granola sabote seus resultados e continuar consumindo esse cereal, opte por versões sem açúcar ou, ao menos, com menor quantidade dessa substância. Além disso, ela é rica em calorias, por isso, deve sempre ser consumida com moderação. 

Chips de vegetais

Nomeados de “saudáveis”, chips requerem a sua atenção. Eles são, geralmente, ricos em sódio. Além disso, podem estar lotados de corantes, conservantes e demais substâncias químicas artificiais. Portanto, se mesmo assim desejar consumi-los, tenha moderação, pois o ganho de peso pode ser provocado. 

Faça sua avaliação de peso, descubra seu peso ideal e aprenda a emagrecer com a Low Carb. Clique para saber mais

Sobre o autor

Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo

Leia também:

mulher na academia fazendo elevação pélvica no banco
Bem-estar Movimento

Elevação pélvica com a barra ou na máquina: qual é melhor?

Exercício é um dos queridinhos quando o assunto é fortalecer os glúteos. Mas qual variação é melhor: elevação pélvica com a barra ou na máquina?

óleo de coco emagrece?
Alimentação Bem-estar

Óleo de coco emagrece?

Extraído do fruto maduro, o óleo de coco virou febre principalmente por sua fama de que emagrece. Mas será que ele tem esse poder?

foto de um prato com minestrone
Alimentação Bem-estar Receitas

Como fazer a sopa típica de um dos lugares mais longevos do mundo

Minestrone é uma sopa típica da Itália que leva diferentes vegetais e arroz ou macarrão. Veja como fazer o prato que esbanja nutrientes