5 esportes das Olimpíadas para você experimentar (e seus benefícios)

23 de julho, 2021

A 32ª edição dos Jogos Olímpicos começou oficialmente nesta sexta-feira (23), em Tóquio! Apesar de marcada por muitas incertezas e até pela possibilidade de cancelamento (tudo por conta da pandemia de Covid-19), finalmente pessoas do mundo inteiro poderão torcer para as suas delegações preferidas. Isso porque os 11 mil atletas confirmados disputarão medalhas em 46 modalidades de esportes das Olimpíadas — e o Brasil participará de 35 delas.

Mas quais são os esportes das Olimpíadas?

Badminton, softball, esgrima e até escalada. Alguns dos esportes das Olimpíadas não são tão conhecidos e praticados pelos brasileiros. Por outro lado, modalidades como o futebol e o vôlei já são consideradas paixões nacionais. Portanto, se você ainda não escolheu quais quer acompanhar, veja a lista de esportes das Olimpíadas para decidir:

  • Basquete e basquete 3 x 3;
  • Tiro com arco;
  • Ginástica artística;
  • Nado artístico;
  • Atletismo;
  • Badminton;
  • Baseball e softball;
  • Vôlei de praia;
  • Canoagem Slalom e canoagem velocidade (sprint);
  • BMX Ciclismo corrida, ciclismo BMX Freestyle, mountain bike, ciclismo de estrada e ciclismo de pista;
  • Saltos ornamentais;
  • Hipismo;
  • Esgrima;
  • Futebol;
  • Golfe;
  • Handebol;
  • Hóquei na grama;
  • Caratê;
  • Maratona aquática;
  • Pentatlo moderno;
  • Ginástica rítmica;
  • Remo;
  • Rugby;
  • Vela;
  • Tiro;
  • Skate;
  • Escalada;
  • Surfe;
  • Natação;
  • Tênis de mesa;
  • Tênis;
  • Ginástica de trampolim;
  • Triatlo;
  • Vôlei;
  • Polo aquático;
  • Halterofilismo;
  • Luta, taekwondo, judô e boxe.

Por que acompanhar os esportes das Olimpíadas?

Além de ser divertido torcer para o Brasil, mostrar apoio aos atletas é muito importante. Isso porque 2020, ano previsto para acontecer a competição, afetou os profissionais de diversas maneiras, e muitos deles sofreram com cortes de verbas e tiveram que adaptar seus ambientes de treinamento para respeitar o isolamento social.

“Incentivar os esportes das Olimpíadas é importante pois valoriza os atletas brasileiros e contribui para tornar algumas modalidades mais acessíveis. Sem contar que ainda reforça a importância da prática de atividades físicas”, diz a profissional de educação física e influencer Gabriela Bahia. Ela, inclusive, idealizou o projeto Jogos da Crew. Nele, ela entrevista atletas olímpicos sobre os bastidores dos treinos de alta performance e as preparações física e mental para as competições.

E por que não testar você mesmo alguns dos esportes olímpicos?

Esportes das Olimpíadas que você pode praticar (e seus benefícios)

1 – Natação

Você sabia que a natação queima mais calorias do que a caminhada? A água oferece resistência ao movimento, e, por isso, tem mais resultado do que outras atividades de baixo impacto. É indicada para quem tem pressa em perder peso, mas não aguenta o desgaste de práticas muito intensas. Assim como pessoas que possuem risco de lesões, já que não há impacto sobre as articulações.

A rotina na piscina melhora o condicionamento físico, é indicada para quem tem problemas respiratórios, ajuda a emagrecer e também a ganhar massa muscular. Ademais, colabora com a manutenção do peso do praticante por ser uma atividade física completa.

2 – Atletismo

O atletismo pode ser dividido em diversos tipos: 100m, 1.500m, 5.000m, 10.000m, maratona, 3000m com obstáculos, salto em distância, salto com vara, lançamento de peso, lançamento de disco… E por aí vai. Muita gente diz que ele é um dos esportes das Olimpíadas mais democráticos — afinal, basta calçar um tênis e sair correndo por aí.

Os brasileiros amam a corrida de rua. Isso porque ela promove altos gastos calóricos (contribuindo, assim, para o emagrecimento), acelera o metabolismo, trabalha o sistema cardiorrespiratório e gera a sensação de bem-estar. Contudo, para tornar a prática mais segura, é recomendado que iniciantes comecem intercalando a corrida com a caminhada.

3 – Skate

Integrando o calendário como modalidade pela primeira vez nos Jogos Olímpicos, o skate promete bons desafios e grandes manobras. E o Brasil tem representantes de peso: um deles é Rayssa Leal, de apenas 13 anos, a atleta olímpica brasileira mais jovem da história.

E se você está se perguntando por que deveria experimentar o esporte, aqui vão bons motivos: ele é capaz de aumentar a flexibilidade, melhorar a coordenação motora, queimar muita energia e fortalecer o coração. Mas lembre-se de utilizar os equipamentos de segurança necessários (capacete, joelheiras e cotoveleiras).

4 – Surfe

Estar em meio à natureza é uma boa forma de desestressar. Além disso, o surfe tonifica a musculatura do corpo todo, aumenta o equilíbrio e melhora a coordenação. Para quem deseja se aventurar na prática, o ideal é buscar acompanhamento profissional e fazer alguns exercícios que preparam o organismo para o esporte (como movimentos funcionais, natação e musculação).

5 – Tênis

O tênis é um dos esportes das Olimpíadas que são praticados no mundo todo. A modalidade trabalha a movimentação dos braços e pernas, o que ajuda a tonificar as musculaturas do corpo todo. Além disso, a atividade traz diversos benefícios para a nossa saúde, que incluem a melhora do condicionamento físico, a redução do estresse, o aumento da coordenação motora e a queima calórica.