Dieta arco-íris: conheça os benefícios de adicionar mais cores no seu prato

Alimentação Bem-estar
30 de Janeiro, 2024
Dieta arco-íris: conheça os benefícios de adicionar mais cores no seu prato

Você já deve ter ouvido falar que quanto mais colorido o prato mais saudável ele é, não é mesmo? Mas, você conhece a dieta arco-íris? Criada pela nutricionista Dra. Deanna Minich, a dieta do arco-íris é um sistema colorido, inteligente e intuitivo para reunir a comida de uma maneira holística para trazer vitalidade, energia e paz de espírito.

Sua abordagem não é única, mas a estratégia promove alimentos integrais coloridos e suplementos naturais. Da mesma maneira, a dieta arco-íris defende os benefícios de comer uma variedade de frutas e vegetais de cores vivas. Saiba mais a seguir!

Veja também: Melhores dietas para 2024: confira o ranking anual

Como funciona a dieta arco-íris?

De acordo com a metodologia, existem sete sistemas que representam todos os órgãos do corpo e cada sistema corresponde a uma cor do arco-íris. Veja a seguir a classificação dos grupos:

Vermelho:

Alimentos deste grupo contém licopeno, um antioxidante que previne o envelhecimento precoce, ajuda na prevenção de alguns tipos de câncer, além de fortalecer a saúde cardiovascular e evitar infartos. Tomate, pimenta, amora, framboesa, morango, beterraba, melancia e pimentão vermelho são alguns dos alimentos vermelhos.

Laranja e Amarelo:

Frutas, cereais e vegetais da cor amarela ou laranja indicam vitamina C, beta-caroteno e presença de fibras. Esse grupo alimentar fortalece o sistema imunológico, pode deixar a pele mais saudável além de contribuir com a saúde ocular. Para obter esses benefícios, basta acrescentar abóbora, milho, cenoura, manga e pêssego na sua dieta. 

Verde:

Dentro desse grupo, os alimentos se destacam por oferecer fibras, ácido fólico e vitaminas como K e C. Os benefícios se estendem a desintoxicação alimentar, ou seja, auxiliam na limpeza do organismo, fortalecimento dos ossos e reforço na saúde do coração. Espinafre, alface, ervilha, brócolis, abacate e kiwi são alguns exemplos do grupo verde. 

Azul e Roxo:

Já o grupo azul e roxo, que pode conter uvas, ameixas e berinjela, é rico em antocianinas, antioxidantes associados à melhoria da saúde cerebral, redução do risco de doenças cardiovasculares e combate à inflamação.

Branco:

Presentes em boa parte da alimentação, os ingredientes da cor branca são ricos em fitoquímicos que ajudam a fortalecer o sistema imunológico. Além disso, esse grupo traz boas quantidades de potássio e cálcio, o que contribui com a manutenção óssea e fortalece o sistema nervoso e muscular. Alguns alimentos deste grupo são: cebola, alho, nabo, cogumelo, banana, feijão branco e couve-flor

Marrom:

Nesse grupo estão os cereais, nozes, oleaginosas, castanhas e grãos. Os benefícios dos alimentos marrons se estendem ao aumento da quantidade de fibras, magnésio, vitamina E e B. Com essa composição, esses ingredientes melhoram o trânsito intestinal, contribuem com a produção de energia e também ajudam a controlar a ansiedade

Leia também: Os vegetais mais saudáveis para colocar na dieta

Benefícios da dieta arco-íris

Todos os alimentos recomendados na dieta do arco-íris são frutas, legumes e verduras, ou seja, saudáveis. E, embora Minich possa sugerir a incorporação de certas cores mais do que outras (dependendo dos resultados de um questionário de 15 minutos encontrado no livro de sua autoria) para ver qual sistema de saúde está fora de controle, ela diz que é importante incluir cada uma das sete cores do arco-íris em na dieta diariamente, o que parece bastante inteligente.

Com isso, a dieta permite muitos nutrientes e fitoquímicos, que vários estudos mostram que está associado a um menor risco de algumas doenças. 

Por fim, está provado que uma dieta rica em vegetais oferece maior proteção contra doenças do que uma dieta com alimentos processados ou gorduras saturadas. A American Cancer Society recomenda consumir pelo menos 2 xícaras e meia de frutas e legumes por dia. Portanto, para obter o melhor desses nutrientes, quanto mais cores, melhor.

Leia também: As frutas mais saudáveis para colocar na dieta

SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

menina com ritmo circadiano saudável dormindo na cama durante as férias
Bem-estar Gravidez e maternidade

Férias escolares: como manter um ritmo circadiano saudável?

Manter um ritmo circadiano saudável por meio de uma rotina consistente é fundamental para o bem-estar físico e mental.

mãos segurando um tapete de ioga
Bem-estar Movimento

Treinar no frio dá menos resultado? Especialista responde

As temperaturas mais baixas do inverno fazem com que o corpo demore mais para aquecer. O que pode dar a sensação de que treinar no frio

criança sentada em mesa segurando uma colher e comendo um mingau rico em fibras
Alimentação

Fibras na alimentação infantil: conheça os benefícios e como incluí-las

As fibras na alimentação infantil contribuem para o bom funcionamento do intestino, prevenindo a prisão de ventre.