Chá para tosse: benefícios e como preparar

16 de maio, 2022

A tosse é um sintoma presente em diferentes doenças. Ela pode ser um sinal de gripe ou resfriado, mas também pode ser um efeito colateral de uma insuficiência cardíaca ou de um refluxo gástrico. Se ela for persistente, é necessário buscar ajuda profissional. Assim, é possível entender o que está causando a crise e como combatê-la. Além disso, a irritação na garganta costuma ser bastante incômoda. Por isso, além dos remédios tradicionais, existem outras formas de aliviar o mal-estar. Saiba como preparar chá para tosse e confira os benefícios.

De acordo com a nutricionista Adriana Stavro, os chás funcionam como remédios caseiros para combater a tosse e a irritação na garganta. Isso porque “eles contêm compostos naturais, são quentes, calmantes e fornecem fluidos importantes para o alívio da dor.”

Entretanto, não é qualquer chá que melhora o quadro. É importante entender que cada bebida possui uma função diferente no organismo. Por isso, confira as opções mais adequadas para aliviar a tosse.

Melhores chás para tosse

Chá de gengibre

O gengibre, quando consumido em quantidades moderadas, possui diversos benefícios para a saúde. Ele colabora para o bom funcionamento do intestino, além de ser um aliado daqueles que estão no processo de emagrecimento. 

A especialista pontua que o chá de raiz de gengibre é comumente usado como medicamento na medicina chinesa e indiana. “Ele contém propriedades anti-inflamatória e expectorante que ajudam a abrir as vias aéreas. O gengibre também ajuda a relaxar os músculos das vias aéreas e diminui a tosse noturna, chiado e aperto no peito”, explica.

Chá para tosse: raiz de alcaçuz

O chá de raiz de alcaçuz também não fica para trás e mostra ser um ótimo remédio caseiro contra a tosse. A erva usada como base possui triterpenóides e flavonoides em sua composição. Adriana esclarece que esses metabólitos são os responsáveis pelo bom desempenho do chá em relação ao alívio das crises. “Eles possuem atividade antiviral, antimicrobianas e anti-inflamatórias que ajudam a aliviar a tosse irritante causada pela coceira e pela irritação na garganta”, diz.

Além disso, a profissional destaca a ação protetora da raiz, uma vez que ela é capaz de formar uma camada de proteção que alivia a irritação das vias aéreas. Apesar da raiz ser considerada segura, o consumo não é tão indicado para pessoas com doença cardíaca, renal ou pressão alta.

Modo de preparo: 

Primeiramente, adicione 1 colher de sopa de raiz de alcaçuz picada a 500ml de água. Em seguida, leve a água para ferver por cerca de 10 minutos. Espere esfriar, coe e beba.

Chá de camomila

O chá de camomila, muito conhecido por suas propriedades calmantes, também funciona no combate à tosse. Assim com o chá de gengibre e o chá de raiz de alcaçuz, ele tem ação anti-inflamatória, devido aos óleos de suas flores, e ajuda a lubrificar a garganta.

Chá para tosse: hortelã

“A hortelã possui propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias que ajudam a reduzir a inflamação respiratória frequentemente associada à tosse. Um dos compostos ativos mais fortes da hortelã é o mentol, que é antibacteriano, ajuda a quebrar o muco e acalma a garganta”, pontua Adriana.

Além disso, a nutricionista ainda cita o odor da planta. Inconfundível, ele atua como descongestionante e expectorante. 

Chá de tomilho

Uma das melhores opções para combater a tosse é o chá de tomilho. De acordo com a nutricionista, a planta possui propriedades antibacterianas, antivirais, antifúngicas, antiespasmódicas e anti-inflamatórias.

Dessa forma, confira algumas das melhoras que ele pode causar no quadro:

  • Alivia tosse e dor de garganta;
  • Afina e diminui o muco associado a alergias e infecções das vias aéreas;
  • Reduz a inflamação nas vias aéreas;
  • Relaxa os músculos brônquicos.

Leia também: Chá para dor de garganta: melhores opções e como preparar

Combinação de chá para tosse

Também é possível combinar outros ingredientes para potencializar os efeitos positivos da bebida. No caso do chá de gengibre, por exemplo, vale adicionar mel e limão e torná-lo ainda mais saboroso e benéfico.

Modo de preparo

  • 1 colher de sopa de mel;
  • Sumo de 1 limão;
  • 1 xícara de chá de gengibre.

O chá de alcaçuz, por sua vez, pode ser combinado com camomila e hortelã-pimenta. “A camomila alivia a dor e lubrifica a garganta, a raiz de alcaçuz acalma as membranas mucosas e grante doçura natural ao chá e a hortelã-pimenta ajuda a descongestionar o nariz e a garganta”, explica.

Como preparar o chá para tosse

Infusão

“A infusão é a bebida preparada com as partes mais frágeis das plantas, como folhas, flores e frutos moídos. Essa técnica preserva o óleo essencial das ervas e normalmente é usada para preparar ‘chás’ a partir de camomila, erva cidreira, dente-de-leão ou cavalinha”, diz.

Modo de preparo:

Primeiramente, leve 300ml de água ao fogo e deixe esquentar até ferver. Em seguida, desligue o fogo e adicione 1 colher de sopa da erva escolhida. Feche o recipiente e deixe descansar por 5 minutos. Por fim, coe e beba o chá.

Decocção

“A decocção é feita quando a planta é fervida juntamente com a água, o que normalmente é preciso fazer com partes da planta que são mais duras e resistentes, como as raízes ou as cascas”, explica.

Modo de preparo:

Primeiramente, adicione as partes duras da planta em uma panela com a água e deixe ferver de 10 a 15 minutos. Quando a água ficar mais escura e aromática, é o momento de desligar o fogo. Por fim, tampe a panela e deixe amornar.

Alguns ingredientes não são indicados para pessoas com determinadas condições. Por isso, caso você seja gestante, lactante ou tenha alguma condição médica, consulte um profissional antes de consumir os chás.

Além disso, lembre-se que o recomendado é até 500 ml de chá por dia. 

Fonte: Adriana Stavro, nutricionista especialista em doenças crônicas não transmissíveis.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.