Emergências de verão: Confira as mais comuns

Saúde
19 de Novembro, 2021
Emergências de verão: Confira as mais comuns

O verão é uma estação cheia de sol e alegria, mas também existem algumas emergências bastante típicas da estação. Elencamos, então, as principais e conversamos com especialistas para saber como você deve proceder se algo acontecer. Confira as principais emergências de verão:

Intoxicação alimentar

Mais pessoas nas ruas, nas praias e muitos alimentos expostos. Como lidar com os riscos de uma intoxicação alimentar? A nutricionista Evelyn Monteiro explica que, primeiramente, é preciso redobrar os cuidados com a alimentação nos dias quentes. “É importante verificar a higiene do local e da pessoa que está manuseando o alimento, além disso, vale checar se todos esses alimentos estão acondicionados corretamente sob refrigeração ou com tampas para evitar contato com insetos.”

Contudo, se houver qualquer desconforto que caracterize intoxicação alimentar, como vômito e/ou diarreia, é essencial manter a hidratação com água, sucos, água de coco e isotônicos, e preferir alimentos mais leves e cozidos. Por outro lado, em caso de sintomas intensos e duradouros, procure atendimento médico.

Emergências de verão: Queimadura de sol

“A queimadura solar ocorre quando a exposição ao sol é muito intensa e a pessoa não reaplica o protetor solar”, esclarece a dermatologista Glaucy Wedy. Os sintomas, então, são vermelhidão e ardor e, nesse caso, deve-se hidratar bastante a pele e fazer compressas. Se não melhorar, procure auxílio médico.

Leia também: Queimaduras de sol: Saiba como tratá-las com dicas fáceis

Micoses

As infecções causadas por fungos podem acontecer na pele, unhas e cabelos. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), ninguém está livre delas e a melhor forma de evitar o problema é manter bons hábitos de higiene, como secar-se bem após o banho e evitar andar descalço em pisos úmidos, como vestiários e saunas. “Recomenda-se, ademais, evitar calçados fechados o máximo possível, optando pelos mais largos e ventilados”, diz a SBD em seu site. Para tratar, procure ajuda médica.

Leia também: Cuidados com as unhas no verão: Dicas para prevenir inflamações e micoses

Emergências de verão: Picada de inseto

Não tem jeito: muitos lugares paradisíacos e perfeitos para o verão também vêm com um “brinde” indesejado, os insetos. E muitos deles, como borrachudos, abelhas e marimbondos, têm uma picada forte, que pode inflamar a pele. Dessa forma, aplique pomadas com corticóide para diminuir a coceira, o inchaço e a dor, e tome antialérgico sob orientação médica.

Acidentes com banhos e mergulhos

Dados da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa) mostram que a cada 92 minutos um brasileiro morre afogado, sendo que 52% das mortes são de crianças e 44% delas ocorrem no verão.

De acordo com a neurocirurgiã Danielle de Lara, para diminuir os riscos, é necessário conhecer a profundidade do local de mergulho, evitar ingerir bebidas alcoólicas e alimentos pesados antes de entrar na água, não saltar de cabeça e supervisionar sempre as crianças. Para contar com auxílio em caso de emergência, observe também se há salva-vidas por perto.

Fontes: Evelyn Monteiro, nutricionista da Vapza Alimentos; Glaucy Wedy, médica dermatologista da Clínica Carvalho Concept; e Danielle de Lara, neurocirurgiã do Hospital Santa Isabel (Blumenau/SC).

Referências: Soceidade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa).

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Por quanto tempo tomar glutamina
Alimentação Bem-estar Saúde

Por quanto tempo devo tomar glutamina?

Veja recomendações importantes sobre o consumo prolongado

Alimentação e hipertensão
Alimentação Bem-estar Saúde

Alimentação e hipertensão: o que priorizar e o que evitar?

O ideal é utilizar temperos naturais, como ervas e especiarias. Veja outras dicas

check-up ginecológico
Bem-estar Saúde

Check-up ginecológico: quais exames a mulher deve realizar anualmente?

A rotina de exames permite diagnóstico rápido para diversas doenças, ampliando as chances de um tratamento eficaz