Doenças reumáticas em crianças em crianças: Mitos e verdades

Saúde
30 de Agosto, 2021
Doenças reumáticas em crianças em crianças: Mitos e verdades

Doenças reumáticas não são exclusivas de adultos ou idosos — a maioria das pessoas não sabe, mas elas podem afetar também as crianças e os adolescentes e causar grandes complicações caso não sejam tratadas corretamente. Devido à falta de conhecimento de muitos pais, o reumatismo na infância pode ser considerado preguiça ou até mesmo manha, mas é de fundamental importância ficar atento aos primeiros sintomas para o diagnóstico precoce.

Leia também Atividade física reduz risco cardiovascular em pacientes com doenças reumáticas

A reumatologista Cláudia Goldenstein Schainberg é especialista em reumatologia pediátrica e esclarece dúvidas sobre esse tema:

Mitos e verdades sobre doenças reumáticas em crianças

Por serem novas demais, crianças não sentem dores nas articulações

MITO. Crianças podem sentir dores e rigidez nas articulações, e isso pode ser mais comum do que se imagina. Esses incômodos podem estar relacionados ao crescimento ou a condições crônicas de saúde (artrite idiopática juvenil, por exemplo).

De acordo com Cláudia, crianças com dores nas articulações podem ter o funcionamento físico, social e funcional prejudicado, sofrerem com problemas de sono e fadiga, além de dificuldades para praticar esportes e atividades recreativas. “A observação e um exame físico específico e completo são necessários para uma avaliação. Isso é importante, já que a dor articular pode levar a uma marcha anormal, a espasmos musculares e a quedas frequentes”, afirma a reumatologista.

Leia também: Medicamentos para doenças reumáticas diminuem a resposta das vacinas de Covid-19

A dor de crescimento trata-se de um problema reumatológico

VERDADE. Essa situação ocorre principalmente em crianças entre os três e os 12 anos de idade. Segundo a especialista, as dores costumam afetar as pernas, a coluna, os braços e o pescoço e podem se estender por meses.

“Assegurar a família de que o problema é transitório e manter uma rotina saudável costuma ajudar no alívio dos sintomas. Por isso, a criança deve praticar atividade física, ter uma boa qualidade de sono e manter a postura correta nas suas atividades diárias. Mas é indispensável procurar um médico especialista para fazer o diagnóstico correto da dor”, ressalta a médica.

O lúpus pode ser ocorrer em crianças

VERDADE. Com base em dados internacionais, estima-se que a doença atinja uma a cada 100 mil crianças. Em sua maioria, o diagnóstico precoce (antes que a condição se agrave) permite controlar os sintomas e evitar consequências mais graves.

No lúpus eritematoso sistêmico, por exemplo, o sistema imunológico perde a capacidade de diferenciar um intruso estranho e os próprios tecidos e células de uma pessoa. “O lúpus é uma inflamação que pode atingir todo o corpo, causando febre e vermelhidão no rosto, além de dores e inchaço nas articulações, queda de cabelo, emagrecimento, anemia, apatia e se o rim for afetado, pode gerar sangue na urina”, conta Cláudia Goldenstein.

Leia também: Hidroterapia: O que é, indicações e benefícios

Doenças na garganta podem causar febre reumática em crianças

VERDADE. A febre reumática é causada pela reação a uma infecção de garganta por uma bactéria conhecida como estreptococo e é uma doença inflamatória que pode comprometer as articulações, o coração, o cérebro e a pele.

De acordo com a médica, entre os sintomas estão a febre, dor de garganta, ínguas no pescoço (gânglios aumentados) e vermelhidão intensa, pontos vermelhos e placas de pus na garganta. “Se a enfermidade não for tratada de maneira correta, pode deixar sequelas graves. A febre reumática atinge pacientes entre cinco e 15 anos de idade”, segundo a doutora.

Fonte: Cláudia Goldenstein Schainberg, especialista em Reumatologia e Reumatologia Pediátrica, é professora e mentora de novos profissionais na Universidade de São Paulo.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

imunidade feminina
Saúde

Imunidade feminina: quais são as vitaminas essenciais?

Vitamina C, D e do complexo B são algumas das opções

Em quanto tempo o ômega-3 faz efeito?
Alimentação Bem-estar Saúde

Em quanto tempo o ômega-3 faz efeito?

O ômega 3 é considerado um nutriente essencial para uma dieta saudável e balanceada

CAR-T
Saúde

CAR-T: entenda o tratamento contra o câncer que usa células de defesa do próprio paciente

Tecnologia cria uma droga que 'ensina' o sistema imunológico a combater a doença. Entenda!