Dieta para eliminar espinhas: o que comer (e evitar) para combater a acne

Alimentação Beleza Bem-estar
11 de Agosto, 2022
Dieta para eliminar espinhas: o que comer (e evitar) para combater a acne

Você sabia que a alimentação e a saúde da pele têm uma relação bem próxima? Isso porque certos alimentos podem contribuir para uma cútis com mais brilho e firmeza; enquanto outros estimulam a desidratação, a oleosidade e demais problemas. Desse modo, entenda como a dieta pode combater ou aumentar as espinhas:

Qual a relação entre a dieta e as espinhas?

De acordo com a dermatologista Dra Sabrina Negro, a ciência já conhece há muito tempo a ligação entre o que consumimos e a acne. Por exemplo, sabe-se que o leite (principalmente do tipo desnatado) carrega uma proteína específica que pode aumentar a produção de testosterona — hormônio masculino capaz de estimular as nossas glândulas sebáceas (responsáveis por excretar a oleosidade).

Além disso, outros alimentos podem influenciar a questão, como é o caso dos industrializados e do açúcar refinado, que causam picos de insulina na corrente sanguínea — o que também gera a fabricação da tal proteína.

“Sem contar que esses ingredientes aumentam a glicação, processo que forma radicais livres que degeneram a pele. É por isso que dizem que comer doce envelhece”, explica a dermatologista.

Leia também: Mindful eating para iniciantes: como melhorar a sua relação com a comida

Como deve ser a alimentação para combater a acne?

Se você convive com a acne, vale diminuir a ingestão de alimentos que geram picos de glicose (o famoso açúcar) no sangue. Entre eles, podemos citar:

  • Açúcar;
  • Refrigerantes;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Pães, massas e bolos;
  • Doces e sobremesas;
  • Guloseimas.

Por outro lado, a especialista afirma que existem itens tidos como anti-inflamatórios e antioxidantes que podem reforçar a saúde da pele. São eles:

  • Aqueles ricos em vitamina A: cenoura, abóbora, brócolis e melão;
  • Ômega-3: peixes, oleaginosas e sementes;
  • Vitamina C: frutas cítricas, vegetais verde-escuros, tomate, morango e brócolis;
  • Vitamina E: amendoim e nozes;
  • Licopeno: tomate, cenoura e laranja;
  • Zinco: Carnes, leite e laticínios;
  • Por fim, as fontes de selênio: fígado, aves e gema de ovo.

A Dra Sabrina Negro lembra, ainda, que quem possui intolerâncias à lactose ou ao glúten deve evitar os respectivos ingredientes, porque a acne também é um problema que eles podem gerar.

“No fim, o que vale mesmo é uma dieta balanceada, aquela fórmula clássica de muitas frutas, verduras e legumes. Isso porque não existe um alimento milagroso que eu vou comer para melhorar as espinhas — esse tipo de relação não existe”, finaliza.

Fonte: Dra Sabrina Negro, dermatologista.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas