Cifose: Principais técnicas para amenizar a dor na coluna

13 de setembro, 2021

Cifose é o nome científico de uma curvatura natural da coluna vertebral. Os casos com alterações mais graves, aqueles que deixam uma saliência arredondada na parte superior das costas, são conhecidos como hipercifose ou corcundez. Isto é, a curvatura chega a um grau tão elevado que deixa pescoço, ombros e cabeça inclinados para a frente do corpo.

Os casos são mais comuns em pessoas com mais de 60 anos. Além das condições médicas, as pessoas de mais idade apresentam desgaste nos ossos, músculos fracos e falta de força. Mas isso não impede que jovens apresentem o problema como consequência de uma má postura.

Leia também: Dor nas costas? Como reverter cuidando de um músculo pouco conhecido

Sintomas e descoberta de problemas na cifose

O paciente pode sentir dor nas costas, rigidez na coluna, dificuldade para respirar e até limitação de alguns movimentos. Ademais, fadiga e cansaço podem surgir entre os relatos, além do abaulamento na parte superior das costas, que é a primeira mudança a ser notada. Maus hábitos posturais, traumatismo na coluna, fratura, falta de condicionamento, defeitos congênitos e problemas psicológicos são os principais desencadeadores da condição.

Leia também: Alongamentos e exercícios para quem tem dor nas costas

Diagnóstico e tratamento

O tratamento da hipercifose deve ser direcionado de acordo com a gravidade. O ortopedista, o fisioterapeuta e o especialista de RPG são os profissionais indicados para acompanhar de perto o caso de cifose. O primeiro passo são exercícios para corrigir a postura e fortalecer a musculatura — vale natação, hidroginástica, exercício localizado e musculação, por exemplo. Além disso, o colete ortopédico e a fisioterapia são bons aliados na correção da coluna.

A avaliação clínica e os exames de imagem podem auxiliar a definir a gravidade da alteração. Nos casos mais complicados, o médico entra com medicação para o alívio da dor ou até sugere um procedimento cirúrgico para correção.

Leia também: Quiropraxia: O que é, para que serve e como funciona

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.