Fadiga pandêmica: O que é e como combatê-la

16 de julho, 2021

De fato, a pandemia da Covid-19 vem afetando cada vez mais a saúde mental da população — e de forma negativa, infelizmente. Além disso, a falta de contato social e de perspectiva criou uma nova síndrome entre as pessoas: a fadiga pandêmica.

O termo foi criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para denominar o esgotamento gerado pela hipervigilância e pelo medo do vírus. 

Assim, uma pesquisa realizada pela organização recentemente estima que a “fadiga da pandemia” atinge 60% da população em alguns grupos.

Leia também: Zoom Fatigue: Esgotamento causado por excesso de videochamadas

A causa da fadiga pandêmica pode estar relacionada a diversos fatores. Desse modo, pelo fato de ficarmos sempre em um estado de vigilância excessiva com o vírus, o nosso sistema hormonal e endócrino se estressa de maneira constante. Consequentemente, surgem problemas como ansiedade e depressão.

Desde o início da quarentena, vários pesquisadores estudaram os impactos da pandemia na mente. Uma pesquisa feita pelo Centers for Disease Control (CDC), em 2020, por exemplo, descobriu que 26,3% das pessoas entrevistadas relataram sintomas de transtornos relacionados ao trauma ou ao estresse

De acordo com o médico Hans Henri Kluge, diretor regional da OMS para a Europa, o cansaço é esperado nessa fase da crise.

“Desde que o vírus chegou ao continente europeu, há oito meses, os cidadãos fizeram enormes sacrifícios para conter a Covid-19. O custo foi altíssimo, algo que esgotou a todos nós. Nessas circunstâncias, é fácil e natural sentir-se apático e desmotivado, sentir cansaço.” afirma o especialista.

Como lidar com a fadiga pandêmica

Se você está passando por dificuldades com relação à saúde mental, é essencial buscar atendimento psicológico. Além disso, algumas dicas também podem ajudar:

  • Normalize os seus sentimentos: Entenda que é normal se sentir triste ou estressado;
  • Cuide do seu bem-estar: Foque em si mesmo e busque ter uma rotina de autocuidado, fazendo atividades que você gosta. Como meditar, ouvir música, ver séries, etc. 
  • Pratique exercícios físicos: Se exercitar é essencial para a mente e para o corpo, especialmente durante o momento que estamos vivendo.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Estagiária de Jornalismo