Chás para soltar o intestino: confira os melhores laxantes naturais

25 de março, 2022

Só quem sofre (ou já sofreu) com o intestino preguiçoso sabe que a situação pode se tornar extremamente incômoda. Afinal, a constipação pode nos deixar, tanto literal quanto figurativamente, enfezados. Nessas horas, os chás para soltar o intestino podem quebrar um galho, mas não devem substituir uma ida ao médico e a alimentação saudável. Entenda melhor:

Quantas vezes por semana devemos ir ao banheiro?

O ideal é ir todos os dias, mas três vezes por semana também pode ser considerado normal, dependendo de quanto você come. Se você vai ao banheiro com uma frequência menor, sente a barriga inchada ou fica mais de dois dois sem evacuar, vale ficar atento.

Para a maioria dos casos, mudanças nos hábitos já resolvem o problema — com alimentação rica em fibras, ingestão adequada de água e prática regular de atividade física, por exemplo. Em outras situações, uma consulta com profissionais de saúde pode ser necessária.

Outro ponto que pode indicar um intestino preguiçoso é o formato das fezes. Se elas forem granulares ou em pequenas bolas (e, principalmente, se a saída delas provocar sangramentos e hemorroidas no ânus), significa falta de líquidos e/ou fibras na dieta.

Por fim, fazer cocô mais de uma vez por dia não costuma ser um problema. Basta, apenas, verificar se há um quadro constante de diarreia. Se a resposta for positiva, também será preciso procurar a orientação do seu médico.

Como melhorar a prisão de ventre?

  • Aposte em alimentos ricos em fibras (frutas, verduras, legumes, grãos integrais e sementes, por exemplo);
  • Beba muita água;
  • Evite carboidratos refinados (como pães, massas, biscoitos e bolos);
  • Pratique exercícios físicos regularmente;
  • Durma bem;
  • Cuide da sua saúde mental.

Leia também: Constipação e alimentação: 4 mitos desvendados

Chás para soltar o intestino: laxantes naturais

Algumas plantas e ervas são conhecidas por “soltarem” o intestino, e por isso, muita gente as usa em momentos de sufoco. Mas é sempre bom lembrar: elas não devem substituir os hábitos saudáveis já citados, e nem a consulta médica.

Além disso, cuidado com o uso indiscriminado de ervas. Isso porque algumas substâncias, mesmo que naturais, podem ser contraindicadas para grupos específicos, ou provocar efeitos adversos se consumidas em excesso. Consulte sempre um especialista antes de introduzir um ingrediente novo no cardápio.

Chá de sene

Estimula os movimentos intestinais sem gerar gases. Possui senosídeos, mucilagens e flavonoides na sua composição, que têm efeito laxante mais leve.

Ingredientes:

  • 0,5g de folhas secas de sene;
  • 250ml de água.

Modo de preparo:

Primeiramente, coloque a água para ferver. Assim que borbulhar, desligue o fogo, adicione as folhas, abafe e aguarde cinco minutos. Por fim, coe e beba.

Mas, cuidado: o sene é contraindicado para grávidas e lactantes, crianças com menos de 12 anos e em casos de prisão de ventre crônica, problemas intestinais como obstrução e estreitamento do intestino, ausência de movimentos intestinais, doenças inflamatórias intestinais, dor abdominal, hemorroida, apendicite, no período menstrual, infecção urinária ou insuficiência hepática, renal ou cardíaca.

Chás para soltar o intestino: frângula

Rico em glucofrangulina, um composto com propriedades laxativas. Além disso, pode aumentar a hidratação das fezes e potencializar o funcionamento do intestino.

Ingredientes:

  • 1 col (sopa) de casca de frângula;
  • 1L de água.

Modo de preparo:

Primeiramente, coloque a água para ferver. Assim que borbulhar, adicione as cascas e aguarde cinco minutos. Por fim, coe e beba.

Não deve ser usado durante a gravidez e em casos de colite ou úlceras.

Chá de psyllium

A semente desta planta possui fibras solúveis que ajudam na formação das fezes e na regularização do intestino, mantendo a saúde digestiva geral.

Ingredientes:

  • 3g de sementes de psyllium;
  • 100ml de água fervente.

Modo de preparo:

Primeiramente, coloque a água para ferver. Assim que borbulhar, desligue o fogo, adicione as sementes, abafe e aguarde cinco minutos. Por fim, coe e beba.

O psyllium não deve ser usado durante a gravidez, amamentação e por crianças com menos de 12 anos de idade.

Chás para soltar o intestino: ameixa seca

Que a fruta é um laxante natural, você provavelmente já sabe. Isso acontece porque o alimento é fonte de fibras (solúveis e insolúveis) e sorbitol, um laxante natural.

Ingredientes:

  • 3 ameixas secas sem caroço;
  • 250ml de água.

Modo de preparo:

Primeiramente, coloque a água para ferver. Assim que borbulhar, adicione as ameixas e aguarde cinco minutos. Por fim, beba (o ideal é não coar).

Geralmente, a ameixa seca não tem contraindicações. Pessoas com diabetes, entretanto, devem ingerir moderadamente o alimento, uma vez que ele pode aumentar os níveis de glicose no sangue.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.