Burnout: Como essa condição pode afetar a saúde

26 de novembro, 2019

Passar estresse em um ambiente profissional pode acontecer muitas vezes, diante da pressão excessiva no trabalho, acúmulo de tarefas, e responsabilidades, isso acaba virando motivo para o estresse. Entretanto, quando em excesso, afeta tanto a saúde mental quanto física, podem haver consequências, como a síndrome de burnout, ou esgotamento profissional.

Leia mais em: Síndrome de Burnout: O que é e como evitá-la

A Síndrome de Burnout entrou no radar da Organização Mundial da Saúde (OMS) e a International Stress Management Association (Isma), apontou que o problema afeta 30% dos profissionais brasileiros.

Efeitos do burnout na saúde

É importante reconhecer os sintomas e procurar ajuda profissional, se isso está afetando sua rotina de alguma forma. O burnout pode causar diversos problemas de saúde, para que isso não aconteça, conheça alguns desses efeitos:

  • Exaustão: O cansaço pode levar à diminuição do desempenho no trabalho, e você também pode se sentir exausto demais para fazer as coisas em sua vida pessoal, além de afetar os hábitos alimentares.
  • Depressão e ansiedade: O desgaste também  pode levar a sentimentos de raiva, depressão ou ansiedade.
  • Doenças frequentes: Se sentir esgotado, também pode fazer com que você fique doente com mais frequência. Com isso, exaustão, perda de apetite e falta de sono podem enfraquecer seu sistema imunológico.
  • Insônia: O estresse também pode atrapalhar o sono, assim você não consegue dormir, ficando mais frustrado e estressado.
  • Dor física: Além disso, o burnout pode afetar também a saúde física, levando a  dores de cabeça, problemas estomacais ou intestinais e outras queixas físicas.

Leia mais em: Ansiedade: O que é, sintomas e como controlar

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Repórter