Constipação e alimentação: 4 mitos desvendados

8 de março, 2021

Intestino preso, prisão de ventre ou constipação intestinal. Os nomes podem variar. Mas, todos significam a mesma condição: a dificuldade para ir ao banheiro. A constipação é comum, afetando cerca de 15% da população mundial, de acordo com um artigo da renomada publicação especializada Gastroenterology.

A constipação pode ser complicada porque é muito individualizada. Assim, estar constipado significa coisas diferentes para pessoas diferentes. E o que causa a constipação ou o que pode ajudar a tratá-la também pode variar.

Existem muitos mitos que podem causar confusão. Aqui estão quatro crenças populares sobre a constipação e alimentação que não são totalmente verdadeiras.

Constipação e alimentação: Mitos 

Mito 1: A dieta é sempre culpada

Sim, a dieta pode ser a causa de sua constipação. Especialmente para quem não come as quantidades de fibras adequadas. Mas, a alimentação nem sempre é a culpada. Pois, existem muitos outros fatores que entram em jogo.

Assim, a prisão de ventre pode acontecer se você estiver tomando certos medicamentos para dor ou pressão alta, por exemplo. Além disso, certas condições de saúde mental, como depressão ou transtorno alimentar, também colocam a ida ao banheiro em risco. Gravidez e diabetes também podem causar problemas com os movimentos intestinais regulares. 

Mito 2: Probióticos são a solução

Os probióticos são bons para o intestino. Porque ajudam a manter um microbioma saudável. Embora haja um crescente número de pesquisas mostrando que eles podem desempenhar um papel benéfico em caso de constipação, ainda há muito que precisamos aprender.

Assim, se você está interessado em manter um intestino saudável, tente comer alimentos naturalmente ricos em probióticos. Como iogurte, kefir, tempeh, missô e kimchi

Leia também: Probióticos: O que são e como consumir

Mito 3: Você só precisa de mais água

Assim como a dieta, a ingestão de líquidos não é o único fator determinante da constipação. Portanto, beber água é essencial para o bom funcionamento do intestino. Porém, não é garantia de que a hidratação vai solucionar a prisão de ventre. 

Mito 4: Beber café alivia constipação

A relação entre a quantidade de café que se toma e o número de vezes que se vai ao banheiro não é direta para todos. Pode variar de acordo com cada organismo. Além disso, o excesso de cafeína pode causar desidratação. Pois, a cafeína é um diurético. Por isso faz com que você urine mais. Muita cafeína, entretanto, pode levar à desidratação. Portanto, esteja atento ao que ingere.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.