Kimchi: O que é, benefícios e como fazer o prato coreano

6 de dezembro, 2019

Você sabe o que é kimchi? O kimchi é um condimento típico da culinária coreana que tem hortaliças como a base de seu preparo, junto com um molho vermelho bem apimentado.

A receita oriental é feita a partir de acelga, nabo e pimenta que, após horas em salmoura, são envolvidos em uma pasta feita com farinha de arroz, açúcar e vários temperos. Sendo assim, é rico em diversos minerais e vitaminas.

Seu nome é derivado da palavra “shimchae”, da língua coreana, que significa “vegetais salgados”. 

Leia também: Probióticos: O que são e como consumir

Propriedades do kimchi

Parte do processo de preparo do kimchi envolve fermentação. Dessa maneira, isso o torna um alimento com propriedades probióticas, excelentes para a flora intestinal. 

Ademais, o kimchi é rico em vitaminas como a C, betacaroteno, vitaminas do complexo de vitamina B, entre outras. Além disso, em sua composição, há abundância de minerais como fósforo, cálcio e potássio

Leia também: Alimentos mais poderosos que suplementos probióticos

Benefícios do kimchi

kimchi

Prevenção do colesterol alto

Por ser rico em selênio e alicina, ajuda a prevenir a presença de colesterol alto no organismo. Assim, a substância atua na redução dos níveis de colesterol, tal qual o selênio ajuda a proteger as paredes das membranas. Além disso, em um estudo do Departamento de Endocrinologia e Metabolismo, Faculdade de Medicina da Universidade de Ajou, Suwon, República da Coréia, pessoas receberam uma dieta com uma quantidade alta ou baixa de kimchi por sete dias. Curiosamente, uma maior ingestão de kimchi levou a maiores reduções de açúcar no sangue, colesterol no sangue e colesterol LDL (ruim).

Leia mais: O que causa o colesterol alto

Melhora no funcionamento do intestino

Rico em probióticos e fibras, o kimchi é excelente para quem deseja melhor o funcionamento do intestino, bem como a saúde da flora intestinal.

Prevenção do câncer de pele 

Abundante em vitamina A, esse alimento ajuda na prevenção do câncer de pele, bem como de outras doenças relacionadas à epiderme.

Leia mais: Vitamina A ajuda a combater câncer de pele

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo