Tipos de olheiras: Como identificar e tratar cada um

18 de agosto, 2021

As áreas escuras ao redor dos olhos incomodam muita gente. Mas você já percebeu que elas podem ter várias cores e formatos? Algumas são fundas, outras azuladas, amarronzadas e até mesmo avermelhadas. Cada um dos tipos de olheiras requer um tratamento individual, feito a partir do diagnóstico correto. Saiba mais:

O que são as olheiras?

São as marcas ao redor dos olhos causadas, geralmente, pela grande concentração de vasos sanguíneos ou melanina na região. A maioria delas é genética, ou seja, se seus pais ou avós possuem a condição, você também provavelmente a terá.

Contudo, alguns hábitos que a gente adota no dia a dia contribuem para o aparecimento do problema. Beber demais, por exemplo, aumenta a desidratação do corpo, que por sua vez responde com o efeito contrário: retendo líquidos em algumas partes. É por isso, então, que você acorda com aquelas bolsinhas inchadas embaixo dos olhos depois de uma noite de bebedeira.

Além disso, quando você dorme mal, a produção de melanina é prejudicada, deixando o rosto mais pálido e manchas escuras nas pálpebras.

Leia também: Rolo de jade: O acessório de massagem facial

Quer ajuda para identificar o seu tipo de olheira? A dermaticista Patrícia Elias explica cada um deles:

Tipos de olheiras: Estrutural

tipos de olheiras

Ocorre geralmente por causa da falta de camada adiposa (gordura) e ácido hialurônico na região. Ou, então, por conta do próprio formato do rosto, que dá um aspecto fundo aos olhos.

Tipos de olheiras: Vascular

tipos de olheiras

Acontece quando o fluxo de líquidos embaixo dos olhos é mais lento. Além disso, pode surgir devido ao cansaço, ao estresse, ao tabagismo ou às bebidas alcoólicas. É mais destacada em pessoas que têm rinite.

Tipos de olheiras: Sanguínea

tipos de olheiras

É diferente da vascular, já que costuma ser genética. “A olheira sanguínea é gerada por um pigmento que faz parte do nosso sangue, chamado de hemossiderina. Ao passar pelos capilares (minúsculos vasos sanguíneos), vai se depositando na pele. Em seguida, quando entra em contato com o sol, essa substância oxida e escurece a região”, afirma a especialista. Ademais, a questão pode ser agravada por alergias ou pelo ato de coçar os olhos com muita força.”

Tipos de olheiras: Pigmentar

A exposição ao sol e as alterações hormonais são os principais fatores de risco.

Tipos de olheiras: Mista

Como o próprio nome diz, pode ser uma mistura de todas as outras. A maioria das pessoas sofre com esse tipo de olheira.

Leia também: Como usar batata nos cuidados com a pele

Como acabar com as olheiras?

Os diversos tratamentos para as olheiras variam de acordo com o tipo, mas podem envolver uso de produtos tópicos e procedimentos estéticos, como os lasers. Contudo, a especialista também indica receitinhas caseiras que ajudam a mascarar a situação:

Olheiras vascular, pigmentar e mista

Corte uma fatia de pepino em cubinhos pequenos. Misture-os dentro de um recipiente com 50 ml de chá de camomila em temperatura ambiente e leve à geladeira por três horas. Em seguida, higienize o rosto, molhe dois algodões no líquido e coloque-os sobre os olhos por 10 minutos.

Por fim, retire os algodões e aplique uma pomada para contusões, que servirá para drenar e aumentar a circulação da região. “Repita esse procedimento duas vezes ao dia. O produto pode ser usado por mais de três dias, desde que armazenado na geladeira”, explica a profissional.

Leia também: Óleo de mamona: Benefícios e como usar

Olheira sanguínea

Após utilizar a mesma receita do chá de camomila e pepino, recomenda-se o ácido tioglicólico. O ácido tioglicólico deve ser usado à noite, em baixa concentração, e apenas uma – no máximo duas – vezes por semana. Consulte o seu médico antes de começar a utilizar esse ingrediente.

Olheira estrutural

Nesse caso, você precisa procurar um especialista para realizar a aplicação de ácido hialurônico ou gordura na região.

Fonte: Patrícia Elias, dermaticista.

Sobre o autor

Amanda Panteri
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em alimentação saudável.