Por que mulheres têm mais dificuldade de emagrecer?

8 de março, 2022

Casais que fazem dieta juntos já devem ter percebido: geralmente, ele perde mais peso do que ela no mesmo período e seguindo o mesmo cardápio. Mas por que as mulheres têm mais dificuldade de emagrecer do que os homens?

De acordo com o médico do esporte Walid Nabil Ourabi, a resposta envolve algumas questões. “Isso acontece por razões fisiológicas, genéticas e hormonais. Elas tendem, por exemplo, a ter menos massa muscular. E produzem cerca de dez vezes menos testosterona do que os homens — hormônio ligado ao aumento de músculos e à queima de gordura”, diz.

Comparando duas pessoas com o mesmo IMC (índice de massa corporal), mas gêneros diferentes, o médico afirma que o indivíduo do sexo masculino provavelmente terá mais massa magra (o que inclui músculos, água e ossos) e menos gordura.

E os músculos são grandes gastadores de calorias, sabia? “A massa muscular tem um metabolismo maior que a gordura e, portanto, quanto mais músculos se tem, mais calorias podemos queimar”, diz ele.

Leia também: Master Cleanse, a dieta da limonada, é saudável? Entenda

Mulheres têm mais dificuldade de emagrecer. O que fazer?

Contudo, o profissional diz que o fato não deve ser um motivo de desânimo. “A maioria dos estudos mostra que, embora os homens inicialmente percam peso de forma mais rápida, as diferenças são compensadas ao longo do tempo. E sempre vale a pena treinar e adotar dietas que podem ser mantidas a longo prazo.”

Para emagrecer, não tem fórmula mágica: é necessário que o corpo gaste mais calorias do que ele consome. É por isso que ajustar hábitos alimentares e praticar atividades físicas são duas medidas essenciais para quem quer atingir o objetivo.

As mudanças devem ser feitas de maneira gradual — de preferência, com acompanhamento profissional. Confira outras dicas:

  • Escolha lanches nutritivos;
  • Não fique muito tempo sem comer;
  • Durma bem;
  • Beba água;
  • Evite bebidas açucaradas e alimentos industrializados;
  • Por outro lado, priorize ingredientes naturais;
  • Não esqueça das fibras no cardápio;
  • Diminua o consumo de sódio.

Fonte: Walid Nabil Ourabi, médico do esporte, especialista e membro da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE).

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.