O que é gordura trans e porque você deve evitá-la

21 de agosto, 2019

Presente em grande parte das guloseimas industrializadas – salgadinhos, biscoitos e afins – a gordura trans tem a missão de dar textura e aumentar o prazo de validade desses alimentos. Teoricamente é uma função importante, certo? Mas não para por aí: a gordura trans possui zero benefícios para a saúde; na verdade, seu consumo é desaconselhado, mesmo que em mínimas quantidades. Por que será?

Gordura do mal 

Existem variados tipos de gorduras: saturadas, que precisa ser consumida em quantidades moderadas; insaturadas, que faz parte do time “do bem”; e a trans, com propriedades nocivas para o organismo.

A gordura trans passou a ser amplamente utilizada nos anos 1950, quando os alimentos industrializados começaram a tomar conta das prateleiras. 

Leia também: As melhores opções de gorduras boas para colocar no prato

Por muito tempo não se soube de seus malefícios por causa de sua origem vegetal, que em teoria deveria ser saudável. Porém a gordura trans passa por diversos processos químicos para torná-la sólida, que alteram completamente suas moléculas. No rótulo, ela geralmente se apresenta como gordura vegetal hidrogenada, detalhe que passa despercebido por muita gente, que desconhece os perigos de sua ingestão.

Porque é prejudicial para a saúde

Diversos estudos revelam os malefícios da gordura trans. Um deles, feito pela Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, avaliou 87 mil mulheres na fase da menopausa que consumiram o ingrediente em quantidades maiores e menores. As voluntárias que ingeriram as maiores níveis de gorduras trans tiveram um aumento de 39% no risco relativo de um AVC, quando comparadas com as que consumiram as menores quantidades.

Mais: a gordura trans promove o aumento do LDL, considerado o colesterol ruim, e reduz o HDL, que é o bom. Em outras palavras, eleva as chances de se ter infarto, inflamações generalizadas e aterosclerose. Além disso, não possui valor nutricional que justifique o seu consumo, mas faz parte de diversos produtos que fazem parte da dieta de muita gente. 

Leia também: Alimentos ricos em gorduras e seus benefícios para a saúde

Exemplos de alimentos que possuem gordura trans

  • Sorvetes;
  • Alimentos enlatados e congelados (nuggets, pizza, lasanha, batata pré-frita);
  • Biscoitos, principalmente os recheados;
  • Maionese, catchup, mostarda e outros condimentos (que também são ricos em sódio);
  • Salgadinhos;
  • Fast-foods;
  • Bolos prontos de caixinha;
  • Margarina;
  • Chocolate (maioria do tipo branco).

Cuidados

  • Mesmo que seja difícil eliminar as guloseimas de seu cardápio, procure seguir uma dieta equilibrada, rica em frutas, legumes, verduras e outros alimentos nutritivos. E fique de olho na quantidade de gordura trans que você consome: a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda até 2,2 g diárias do item, baseada em uma dieta de 2 mil calorias.
  • Leia sempre os rótulos dos alimentos, principalmente a tabela nutricional. Nomes como gordura vegetal hidrogenada, creme vegetal, gordura vegetal de soja, margarina vegetal, gordura vegetal de girassol, são sinônimos de gordura trans. 

Fonte: Gabriela Cilla, nutricionista e gastróloga. Especialista em nutrição clínica, funcional e esportiva.

Leia trambém: O que é a gordura saturada e quanto você pode consumir

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.