Mostarda: Benefícios da planta e sementes

22 de janeiro, 2020

O que chamamos de molho de mostarda é um condimento feito a partir da semente da planta de mesmo nome. Após serem moídas e diluídas em água, essas sementes dão origem ao popular molho, conhecido por seu sabor forte e cor amarelada.

As folhas de mostarda contêm grande quantidade de minerais, como o cálcio, bem como vitaminas C, A e K. Não só, são também fonte de fibras, selênio, magnésio e manganês.

Altamente nutritivas, tais folhas podem ser consumidas quando cruas ou cozidas, adicionadas em saladas, sopas e ensopados.

Leia também: Temperos que aceleram a queima de gordura

Benefícios da mostarda

Fonte de antioxidantes

É rica em antioxidantes, especialmente o isotiocianato, que previne o desenvolvimento de diversas doenças, e a sinigrina, também presente no brócolis. Ambos trabalham para fortalecer a imunidade.

Melhora a saúde da pele

O consumo protege a pele contra a psoríase e combate a dermatite. 

Afinal, mostarda é saudável?

molho de mostarda

A folha da mostarda contém ricas propriedades, as quais podem beneficiar a saúde de diversas formas. Entretanto, diferentemente da folha, o molho popular que leva o mesmo nome é industrializado, ou seja, artificial e cheio de conservantes e aditivos químicos. Por isso, seu consumo deve ser moderado. Além disso, é altamente calórico e pode provocar o ganho de peso.

Para quem planta mostarda em casa, vale saber que cerca de dois a cinco meses após o cultivo já é possível colher suas sementes. Mas, caso queira consumir as folhas, a recomendação é não retirar aquelas que estão mais próximas do centro da planta. Pois, desta maneira, o crescimento da mostarda não será prejudicado.

Cuidados

Apesar dos benefícios, o consumo do molho feito a partir das sementes de mostarda pode causar vômitos, irritação do estômago ou do intestino e dor abdominal. Assim, a ingestão deve ser evitada por pessoas com problemas gastrointestinais.

Sobre o autor

Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo