Endocrinologista esportivo: quando procurar esse especialista?

Saúde
07 de Março, 2022
Endocrinologista esportivo: quando procurar esse especialista?

Um endocrinologista esportivo pode ajudar muitas pessoas com a prevenção de doenças, na promoção da qualidade de vida, da segurança alimentar e na contribuição de uma alimentação saudável.

O Dr. Fabio Moura, endocrinologista do Departamento de Atividade Física da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO), explica que, nos últimos anos, a Endocrinologia expandiu suas áreas de conhecimento, entre elas, a parte ligada aos exercícios físicos e aos esportes. 

“Embora não seja ainda uma área de atuação formal, vem despertando cada vez mais interesse, especialmente dos jovens endocrinologistas”, explica. 

Além disso, de acordo com o endocrinologista, é importante ressaltar que a especialidade se chama “Endocrinologia e Metabologia”. 

O que faz um endocrinologista esportivo?

Um endocrinologista esportivo ajuda pessoas comuns e atletas a alcançarem os seus melhores resultados em suas atividades físicas, por meio da adequação hormonal e metabólica. Isto é, o profissional avalia a composição corporal para identificar as questões relativas aos percentuais de gordura e massa magra do paciente. 

Mas segundo o endocrinologista Dr. Fabio Moura Bem, o primeiro passo é uma avaliação dos pacientes: “tanto com história clínica quanto com exames laboratoriais, tentando identificar alterações e deficiências hormonais e/ou de vitaminas e sais minerais visando corrigi-los, para alcançar um melhor desempenho atlético”.

Assim, além de avaliar os aspectos nutricionais dos pacientes, o endocrinologia esportivo pode lidar com as partes do corpo responsáveis pela produção e liberação de hormônios, como testosterona, T4 e GH.

Dessa forma, o endocrinologista esportivo é capaz de examinar e orientar o paciente em busca de uma melhor performance na prática de atividades físicas. 

Hormônios relevantes na prática de esportes

Como citado acima, o endocrinologia esportivo pode ajudar com a produção e liberação de hormônios, como testosterona, T4 e GH. Portanto, saiba mais sobre esses hormônios relevantes na prática de esportes a seguir: 

  • Testosterona: ajuda no ganho de massa magra (músculos) e contribui para a diminuição da massa gorda.
  • T4: hormônio secretado pela glândula tireoide é um dos responsáveis pela regulação do metabolismo e da temperatura corporal. Contribui com o crescimento dos músculos e no desenvolvimento da massa óssea.
  • GH: conhecido com o hormônio do crescimento, o GH consiste em um hormônio produzido pela hipófise. Sendo assim, sua função está relacionada à manutenção da massa magra e diminuição da massa gorda.

Qual a função do endocrinologista esportivo?

Assim, o endocrinologista Dr. Fabio Moura ressalta que essas sugestões precisam respeitar e conciliar todos os dados coletados com os desejos dos pacientes. 

Por isso, nesse momento, também é necessário o acompanhamento de um profissional de nutrição, responsável por confeccionar os cardápios mais adequados para os pacientes. Além disso, os profissionais de educação física são responsáveis pela prescrição dos exercícios físicos

“Diante do exposto, fica claro que um endocrinologista, em associação com um time de outros profissionais, se faz necessário para ajudar quem deseja perder peso e/ou ganhar músculos”, sugere. 

Quando procurar um endocrinologista esportivo?

Pessoas que desejam tirar maior proveito das atividades físicas precisam realizar se consultar com um endocrinologista com formação em medicina desportiva.

O endocrinologista esportivo é o especialista ideal nesse caso, já que possui se baseia no histórico clínico, na avaliação nutricional e hormonal e em exames que avaliam a composição corporal do paciente.

Assim, esse profissional consegue orientar sobre a melhor estratégia para tirar o máximo proveito das atividades físicas propostas.

O que falar na primeira consulta com endocrinologista?

Se você quer chegar preparado para a consulta com o endocrinologista, então leve todos os seus exames recentes para avaliação e relate todos os seus anseios ao especialista, como a dificuldade de emagrecer ou de ganhar massa magra. 

Dessa maneira, na primeira consulta, o médico endocrinologista irá avaliar alguns dados importantes. Como peso, altura, idade, circunferência da cintura e circunferência do quadril.

Assim, o profissional saberá quais os possíveis riscos de saúde e indicará o tratamento necessário para o paciente.

As próximas consultas serão necessárias para verificar o progresso do tratamento e atividades físicas recomendadas ao paciente, com a intenção de descobrir se atingiu o resultado esperado. 

O endocrinologista pode ajudar no acompanhamento de ciclos anabolizantes?

Uma pergunta recorrente é se endocrinologista pode ajudar no acompanhamento de ciclos anabolizantes

O Dr. Fabio Moura afirma que essas drogas realmente funcionam para essa finalidade. Entretanto, seu uso está associado com vários riscos de agravos à nossa saúde. 

“Por esse motivo, tanto a SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia) quanto todas as associações médicas de Nutrologia, Cardiologia e Medicina do Esporte se posicionam totalmente contra o uso recreativo dessas drogas”, alerta. 

O endocrinologista explica que os ciclos de anabolizantes podem ser reservados para as situações onde existam indicações médicas, tais como a sarcopenia (perda progressiva da massa muscular), casos de queimaduras graves ou na síndrome consumptiva ligada à AIDS.

Leia mais em: Afinal, o que faz um médico endocrinologista?

Qual a diferença entre endocrinologista e nutricionista?

Existem várias dúvidas sobre as diferenças entre endocrinologista e nutricionista. Por isso, vamos esclarecer cada uma dessas áreas. Confira: 

O endocrinologista: 

  • Sua principal função é atender pessoas que pretendem mudar o corpo com a perda de peso ou ganho de massa muscular. Além disso, melhorar o rendimento físico. 
  • Prescrever medicação, suplementos alimentares e vitaminas ao paciente. 
  • Dar diagnóstico clínico e endocrinológico.
  • Pedir e interpretar exames bioquímicos em geral.

O nutricionista

  • Sua principal função é realizar orientações dietéticas e nutricionais do paciente.
  • Prescrever dieta ou plano alimentar.
  • Indicar suplementos alimentares, vitaminas, suplementos alimentares, poli e multivitamínicos.
  • Dar diagnósticos nutricionais.
  • Por fim, solicitar exames e interpretar exames bioquímicos relacionados à nutrição.

Fonte: Dr. Fabio Moura, endocrinologista do Departamento de Atividade Física da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO).

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas

corredor abaixado segurando a perna aparentemente com dor
Bem-estar Movimento Saúde

Será que eu estou com canelite? Médico destaca principais sinais

A condição é uma das principais preocupações entre os corredores. Ortopedista explica como identificar os sintomas característicos da canelite