Educação das crianças em tempos de pandemia: Como superar os obstáculos?

Bem-estar Equilíbrio
28 de Setembro, 2021
Educação das crianças em tempos de pandemia: Como superar os obstáculos?

A pandemia trouxe vários empecilhos com relação à educação das crianças. Os pais, então, tiveram que reinventar e enfrentar um grande desafio, visto que o cenário é completamente diferente de tudo o que a gente já viveu antes.

Um bom exemplo é como motivar os filhos a estudar, pois o regime de ensino à distância dificultou o aprendizado, sobretudo dos pequenos. “Desse modo, é preciso criar condições para que os filhos tenham prazer em ler e aprender, bom como explicar (dentro da linguagem da faixa etária) o motivo pelo qual eles precisaram ficar esse tempo todo em casa”, aconselha o psicólogo Alexander Bez.

Além disso, mesmo com o retorno à escola, é importante não deixar a criança totalmente ociosa nos períodos livres, oferecendo a ela atividades lúdico-educacionais. Mas como fazer tudo isso? O especialista ajuda:

Educação das crianças em tempos de pandemia

1 – Estimule seu filho a socializar

Com o retorno gradual à escola, o pequeno terá que vivenciar situações sociais com as quais ele não tinha contato há quase dois anos. “A esfera social foi mesmo devastada, fazendo com que houvesse uma grande perda nesse sentido. Isso porque a falta de socialização promove tendências tímidas, fortalecimento de personalidade recatada e conduta antissocial”, explica Alexander.

Esse fator pode prejudicar, inclusive, o aprendizado. O pequeno pode, também, não ter vontade de participar de festas e festividades, além de desenvolver transtornos emocionais e de desenvolvimento.

Nesses casos, o melhor é não forçar os encontros. Procure dar suporte emocional para a criança, peça ajuda de um psicólogo e ofereça oportunidades para ele fazer novos amigos aos poucos. Convidar outras crianças para a sua casa, por exemplo, é uma opção — uma vez que o ambiente é familiar ao seu filho e o deixará mais seguro e confiante.

Leia também: Benefícios de ter animais de estimação para as crianças

2 – Trabalhe a independência do pequeno

Em alguns casos, as crianças criaram uma certa dependência dos pais ou responsáveis — justamente por conta do tempo que passaram juntos durante o isolamento social. Mais uma vez, “quebrar” esse padrão de comportamento deve ser feito aos poucos.

Você pode começar, por exemplo, expressando concretamente seu amor pelo pequeno. Dessa forma, ele fica mais confiante e não sofre tanto com as separações (como na hora de ir para a escola).

Tente, também, dar mais autonomia para o pequeno. Separe um cantinho da casa para ele: lá, ele poderá guardar seus brinquedos e terá a responsabilidade de organizar o espaço. Se ele já for maior, estimule-o a tomar banho e escovar os dentes sozinho, assim como a escolher as próprias roupas.

Leia também: Distúrbios de aprendizagem mais comuns entre as crianças

3 – Educação das crianças: Estabeleça uma rotina

Com a reabertura das escolas, os pequenos estão tendo que enfrentar, mais uma vez, uma mudança na rotina. Isso pode deixá-los confusos. “É importante que as crianças não passem por grandes conflitos para que não desenvolvam TSPT (Transtorno de Estresse Pós-Traumático)”, complementa o psicólogo.

Para deixar o seu filho mais seguro, elabore uma planilha de atividades a serem feitas no dia — desde exercícios físicos a atividades escolares e passatempos. “Promover entretenimento à criança é fundamental para que ela não fique só nas obrigações o tempo todo e comece a achar o cenário ainda mais negativo.”

Leia também: Como proteger a saúde mental das crianças durante a quarentena

Fonte: Alexander Bez, psicólogo e especialista em Relacionamentos pela Universidade de Miami (UM), em Ansiedade e Síndrome do Pânico pela Universidade da Califórnia (UCLA), e em Saúde Mental. Atua na profissão há mais de 20 anos.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

10 benefícios da banana que provavelmente você não conhece (mais receitas)

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

mulher fazendo o exercício peck deck na academia
Bem-estar Movimento

Peck deck (voador): o que é, para que serve e como fazer o exercício

Entenda quais músculos o peck deck aciona, como executar corretamente e quais exercícios podem substituí-lo nos dias mais cheios da academia

perda muscular
Bem-estar Movimento Saúde

Perda muscular compromete a recuperação do paciente  

A sarcopenia, a perda de massa muscular e da força, aumenta o risco de complicações em diversos quadros