Banana engorda? Benefícios e tabela nutricional da fruta

Alimentação Bem-estar
19 de Outubro, 2021
Banana engorda? Benefícios e tabela nutricional da fruta

A expressão “preço de banana” já denuncia a maior vantagem da fruta: ela é barata. Mas não para por aí: o alimento é rico em nutrientes, garante energia para os treinos e dá aquele sabor doce para as receitas (o que, muitas vezes, dispensa o uso do açúcar). Contudo, muita gente ainda acredita que a banana engorda. Será que é verdade?

Afinal, banana engorda?

A quantidade de calorias da banana varia de acordo com o tipo da fruta. Uma unidade da prata, por exemplo, tem 39 calorias; já a da-terra, 40; a maçã, 56,5; e a nanica, por outro lado, 68. É claro que os números variam conforme o modo de preparo do ingrediente. Uma banana frita pode chegar a 124 calorias; a empanada, 138; e a caramelada, 204.

A fruta é composta sobretudo de carboidratos (cerca de 15g). É por isso que algumas pessoas ficam com medo de incluí-la na dieta por acharem que a banana engorda.

Contudo, antes de chegar a essa conclusão, é preciso levar em conta algumas coisas. A primeira delas é o fato de que nenhum alimento, sozinho, pode fazer você ganhar peso ou emagrecer milagrosamente. Isso porque o que conta mais é o todo. Ou seja, a quantidade de calorias que você consome ao longo do dia.

Além disso, não podemos nos esquecer que o alimento concentra outros nutrientes muito importantes para a manutenção da saúde — e até para a saciedade! Portanto, comer uma banana acaba sendo muito melhor do que atacar um brigadeiro (ou qualquer outro item nada nutritivo), mesmo que eles tenham o mesmo número de calorias. Saiba mais sobre as propriedades da fruta:

Leia também: Biomassa de banana verde: O que é e receita

Composição da banana

Sim, já explicamos que a banana é rica em carboidratos. Entretanto, ela possui um índice glicêmico que varia de baixo para médio (51), isto é, seu açúcar não atinge tão rapidamente a corrente sanguínea. Isso evita os picos de glicemia (níveis de açúcar no sangue) e a fome. Por isso, é uma ótima alternativa de combustível pré-treino!

Sem contar que a fruta é um alimento eletrólito (pois contém potássio), o que ajuda a manter os batimentos cardíacos regulados e equilibra a pressão arterial. O grande volume de fibras presente na banana melhora o trânsito intestinal e contribui para a saciedade. E, por fim, o aminoácido essencial triptofano estimula a fabricação de serotonina e melatonina pelo cérebro, hormônios da felicidade e do sono, respectivamente.

Além do ingrediente in natura, seus derivados também são conhecidos por serem saudáveis. A biomassa de banana verde, como o próprio nome sugere, é feita com a banana ainda verde, geralmente a do tipo nanica, cozida na panela de pressão. O resultado final é um purê sem sabor, que serve de espessante em receitas de bolos veganos, tortas e o que mais a sua criatividade gourmet permitir. Já a farinha da fruta pode substituir a farinha de trigo em preparos sem glúten.

Leia também: Dieta da banana: O que é, como fazer e cardápio

Banana engorda? Conclusões

Então, já sabe: é possível sim incluir a banana no cardápio, desde que com moderação e equilíbrio — como quase todos os alimentos! Apesar de concentrar carboidratos, ela ajuda a segurar a fome e combina muito bem com os exercícios físicos.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

dieta do óleo de coco
Alimentação Bem-estar

Dieta do óleo de coco: o que é, riscos e cardápio

Na prática, os benefícios da dieta do óleo de coco estão em sua ação no organismo. Saiba mais

mulher correndo na esteira da academia. Ela usa um véu na cabeça
Bem-estar Movimento

Qual cardio queima mais calorias? Especialista responde

Corrida, bike, natação… Você já se perguntou qual tipo de cardio queima mais calorias? Profissional de educação física responde