Ataque cardíaco: Principais sintomas e quais hábitos ajudam a prevenir

Saúde
31 de Janeiro, 2022
Ataque cardíaco: Principais sintomas e quais hábitos ajudam a prevenir

Dor no peito, palpitações, sudorese intensa e fraqueza. Apesar de esses serem os principais sintomas do ataque cardíaco, eles não são os únicos. E é preciso estar muito atento à saúde do nosso coração: afinal, as doenças cardiovasculares ainda representam a principal causa de morte no mundo.

Por isso, para entender todos os sinais, como prevenir e tratar o problema, Cris Dias conversa com o médico cardiologista Guilherme Neif. Então, não perca o terceiro episódio da segunda temporada do De bem com você, da Vitat:

Conheça o convidado

ataque cardíaco

Guilherme Neif é médico especialista em cardiologia e reabilitação cardíaca. Com mestrado pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), atualmente é cardiologista do esporte no Hospital Sírio-Libanês.

Infarto e ataque cardíaco são a mesma coisa?

De acordo com o especialista, o infarto nada mais é do que um tipo de ataque cardíaco — este último pode ser dividido em mais alguns. E apesar de ser um termo considerado “leigo” (ou seja, entre os médicos e pesquisadores, ele não é utilizado), o ataque cardíaco pode englobar arritmias, cardiopatias congênitas (quando a pessoa nasce com um problema no coração) e, por fim, infarto.

Diversas condições não tratadas no órgão podem levar à parada cardiorrespiratória — aliás, elas não poupam nem os atletas. “O Everton Costa, que era jogador do Santos, por exemplo, teve um problema que é bem comum no Brasil e em países mais pobres, a doença de Chagas, causada por um parasita (o barbeiro). Ele não sabia da enfermidade, descobriu por conta de uma arritmia, e precisou colocar um CDI”, conta Guilherme Neif.

CDI (cardioversor e desfibrilador implantável) consiste em um dispositivo implantado no coração que ajuda a monitorar e a controlar os batimentos — bem parecido com o funcionamento do marca-passo.

Quais os sintomas do ataque cardíaco?

Os sinais podem variar de pessoa para pessoa. Por isso, é muito importante buscar atendimento médico se qualquer um deles surgir:

  • Desconfortos na região torácica (peito) que irradiam para a mandíbula ou o braço esquerdo;
  • Aperto no peito (sejam pontadas ou queimação);
  • Dor de estômago;
  • Tontura;
  • Batimentos acelerados (mesmo em repouso);
  • Palpitação;
  • Ademais, sudorese.

Todos esses sintomas também podem significar outros problemas — como quadros de gastrite e até crises de ansiedade. Contudo, sempre procure um médico, somente ele poderá diferenciar as manifestações e fazer o diagnóstico correto.

Principais causas de ataque cardíaco

Um fator de risco para o ataque cardíaco que é muitas vezes negligenciado é o estresse. Jornadas de trabalho exaustivas, home office, tarefas domésticas, problemas pessoais e a pandemia vão se somando e afetando a nossa saúde mental.

Além disso, sabe-se que as mulheres infartam menos e, em média, sete anos depois que os homens (a idade considerada de maior risco para eles é a partir dos 35). Isso porque o estrogênio, um hormônio sexual feminino, tem ação protetora no órgão. “Sem contar que o homem costuma fumar mais, ir menos ao médico e ser mais estressado.”

Ademais, outros hábitos que aumentam as chances de doenças cardíacas são:

  • Má alimentação (rica em itens industrializados);
  • Sedentarismo;
  • Consumo de álcool;
  • Pressão alta;
  • Diabetes;
  • Por fim, histórico familiar.

Contudo, a adoção de um estilo de vida equilibrado e saudável pode diminuir muito o risco de problemas no coração.

Mitos e verdades sobre o ataque cardíaco

A seguir, o médico esclarece as principais ideias a respeito do assunto:

  • “Pessoas magras não têm infarto”: MITO;
  • “Fumantes têm mais chance de infarto”: VERDADE;
  • “Cigarros eletrônicos e vapes são melhores que o cigarro”: MITO — não existem estudos suficientes a respeito desses objetos da moda, então, não é possível afirmar que eles são menos prejudiciais.

Sobre o De Bem Com Você

No podcast da Vitat, Cris Dias conduz conversas descomplicadas com especialistas e convidados para você descobrir como ficar de bem com você. A cada semana, um episódio novo será lançado. Confira os outros temas aqui!

E tem para todos os gostos: os bate-papos também ficarão disponíveis nas plataformas de áudio Spotify, Deezer, Google e Apple.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher segurando pílulas de citrato de magnésio na mão
Alimentação Bem-estar Saúde

Magnésio citrato alivia prisão de ventre? Entenda

Magnésio citrato é indicado para o tratamento da constipação aguda, mas nem todo mundo deve consumi-lo. Entenda melhor

mulher com as mãos na barriga
Saúde

Vaginismo afeta o bem-estar e pode ter causas emocionais

O vaginismo é um tipo de dor que acontece durante a penetração. As causas normalmente englobam aspectos psicológicos, e problema atrapalha a vida sexual

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"