Como acelerar o metabolismo depois dos 40 anos

Alimentação Bem-estar
18 de Maio, 2020
Como acelerar o metabolismo depois dos 40 anos

Com o passar dos anos, as mudanças ocorridas no sistema hormonal colaboram para que o metabolismo gradualmente desacelere enquanto envelhecemos. Assim, torna-se mais fácil ganhar peso e mais difícil emagrecer. Por isso, é preciso conhecer maneiras de como acelerar o metabolismo depois dos 40 anos.

O metabolismo envolve, entre outros processos, a maneira como nosso organismo processa os nutrientes que ingerimos. Geralmente, quando se é jovem, ele é bem rápido. Mas, especialistas estimam que a cada década após os 40 anos de idade ele tende a desacelerar cerca de 5%. Entretanto, há maneiras de aliviar esse processo e manter o metabolismo trabalhando a favor da boa forma.

Leia também: 6 hábitos que fazem o metabolismo queimar (mais) gordura

Como acelerar o metabolismo depois dos 40 anos

Mantenha uma dieta balanceada e nutritiva

Nossa alimentação deve ser o mais nutritiva possível ao longo de toda a vida. Mas, especialmente após aos 40 anos ela merece ainda mais atenção e cuidado. Basicamente, é recomendado que a dieta a partir dessa idade seja o mais “limpa” possível – priorizando a ingestão de alimentos naturais, como frutas, vegetais e grãos integrais.

  • Fontes de gorduras boas: Salmão, ovo, atum, sardinha, oleaginosas, abacate e avocado;
  • Frutas, legumes e vegetais com grande quantidade de fibras;
  • Fontes de ômega-3: Sementes, frutos do mar, óleos vegetais, peixes, folhas verdes escuras e oleaginosas;
  • Antioxidantes: Frutas cítricas, frutas vermelhas, folhas verdes escuras e outros.

Evite o consumo de álcool

A ingestão de bebidas alcoólicas pode ser um problema. Se cotidiana e exagerada, pode causar o maior desaceleramento do metabolismo. Por isso, controlar melhor as quantidades e a frequência com que se bebe álcool é ideal mais do que nunca a partir dos 40 anos de idade.

Leia mais: Mindful drinking: Método aposta no consumo consciente de álcool

Movimente o corpo

Manter o corpo ativo e praticando atividades físicas rotineiramente é o ideal em qualquer idade. Entretanto, especialmente a partir dos 40 anos, com o declínio da velocidade do metabolismo, isso se torna-se ainda mais importante.

Leia mais: Como começar uma atividade física

Cuide do intestino

Mais do que nunca, esse é o momento de ter certeza que seu intestino está funcionando adequadamente. Por isso, a ingestão de fibras nunca foi tão importante. Manter o funcionamento intestinal rápido ajudará a aliviar o desaceleramento do metabolismo. Ainda, a ingestão de fibras também evita a sensação de inchaço, ajuda a controlar o açúcar no sangue e facilita a perda de peso. Além das fibras, alimentos probióticos também são excelentes para prevenir a constipação.

Leia mais: Alimentos ricos em probióticos – além do iogurte

Hidrate-se

Beber a quantidade adequada de água diariamente também ajudará a manter seu metabolismo acelerado. Acredita-se que a ingestão de ao menos 1 litro de água por dia garante que o metabolismo queime aproximadamente 50 calorias. Por isso, não esqueça: hidrate-se! Além da água, a ingestão de chás e águas saborizadas também é muito recomendada e ajuda a combater a sensação de inchaço comum da idade.

Leia também: Você deve beber água assim que acordar?

Sobre o autor

Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo

Leia também:

mulher de lado tomando um suco verde em um copo
Alimentação Bem-estar

Como comer mais fibras no dia a dia? Dicas simples

O nutriente promove saciedade, melhora o trânsito intestinal, ajuda a evitar picos de açúcar no sangue e diminui a absorção das gorduras. Veja como comer mais

foto mostra diferentes pincéis de maquiagem
Beleza Bem-estar

Pincéis e esponjas de maquiagem podem causar acne e alergias. Como higienizar?

Você já tentou de tudo, mas não consegue se livrar do aparecimento de espinhas? Já tentou lavar seus pincéis e esponjas de maquiagem?

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!