Tucupi: Os benefícios do caldo da mandioca

19 de fevereiro, 2020

O tucupi é tipicamente brasileiro e trata-se de um ingrediente especialmente utilizado na culinária do Norte do país. Esse é o nome dado para o caldo da chamada mandioca brava, extraído por meio do tipiti, um instrumento específico das populações indígenas amazônicas.

Ainda, depois de extraído, o caldo permanece “em descanso” até que o amido da mandioca e o tucupi se separem. Em seguida, o sumo passa pelo processo de fermentação e, após cerca de cinco dias, estará pronto para uso e consumo.  Portanto, o preparo desse ingrediente é difícil e trabalhoso, mas o final é um sabor único nas receitas.

Propriedades do tucupi

O caldo brasileiro é rico em múltiplas propriedades, muitas excelentes para a saúde. Entre essas, os abundantes carotenoides merecem destaque: são eles os mesmos poderosos antioxidantes também presentes na cenoura. Também é ótima fonte de vitaminas, em especial a vitamina A. 

Benefícios do tucupi

Fortalece a imunidade

Fonte de vitamina A e antioxidantes naturais poderosos, o caldo é excelente e altamente eficaz no fortalecimento da imunidade. Logo, seu consumo ajuda a prevenir doenças como a gripe e resfriados.

Ótimo para a pele

Sua abundância em carotenoides ajuda na prevenção do câncer de pele, além de prevenir o estresse oxidativo que acarreta no envelhecimento precoce e na má aparência da pele. Assim, o ingrediente atua como um verdadeiro protetor natural da derme.

Leia também: Estresse oxidativo: O que é, como prevenir e tratar

Beneficia a visão 

Não só, é de conhecimento científico que a vitamina A é excelente aliada da saúde dos olhos. Afinal, a deficiência desse importante nutriente pode levar a uma condição chamada xeroftalmia, que prejudica a visão normal e resulta em cegueira noturna.

Como consumir o tucupi

A iguaria brasileira tem sido difundida por todo o país e mesmo internacional, pois tem atraído a curiosa de grandes chefs da alta culinária. 

  • Carnes ensopadas (Exemplo: Pato ao tucupi)
  • Sopas
  • Arroz de tucupi

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo