Pele seca no inverno: 10 substâncias que ajudam a mantê-la hidratada

31 de maio, 2022

Quem tem uma rotina de cuidados com o corpo sabe que é comum ficar com a pele seca no inverno.

De acordo com um estudo publicado no British Journal of Dermatology, isso ocorre porque, no frio, nossas células diminuem e afetam a produção da filagrina, uma proteína essencial para a hidratação e proteção da pele.

Ainda segundo a pesquisa, quando ocorre a queda desta substância, a pele resseca e corre o risco de sofrer com descamações, dermatites e eczema.

Pele seca no inverno: outros motivos

Além da explicação do estudo, o dermatologista Renato Pazzini, de São Paulo, afirma que as glândulas produtoras de gordura e suor têm suas funções inibidas durante o frio. Como resultado, a pele fica mais seca e pode ter processos inflamatórios.

“É comum sentir no rosto, uma das partes mais expostas, coceira, linhas finas, vermelhidão, rachaduras e descamações próximas ao nariz, sobrancelhas, testa e atrás das orelhas”, ele explica.

Leia também: Afinal, qual é a diferença entre pele seca e desidratada?

Substâncias para o skincare do frio

O hidratante é o produto ideal para evitar a pele seca no inverno. Contudo, para ser eficaz, ele precisa ter componentes que ofereçam os cuidados necessários para os dias mais frios.

 “A substância presente nos cremes é o que faz a diferença na sua pele. Por isso é importante saber quais são elas antes de comprar”, diz Pazzini.

Veja a seguir as mais importantes:

Extrato de pepino

Rico em antioxidantes, vitaminas e betacaroteno, ele ainda é anti-inflamatório. Estas funções, portanto, ajudam a evitar o ressecamento da pele.

Ureia

“Esta substância retém a umidade da pele, portanto aumenta sua absorção, além de ajudar na renovação das células mortas”, diz o dermatologista.

Óleo de semente de girassol

De acordo com o médico, este óleo promove a síntese lipídica e a hidratação da pele.

Leia também: Afinal, o que posso fazer para evitar rachaduras nos pés no frio?

Pró-vitamina B5

Ela melhora a hidratação, maciez e elasticidade, e é anti-inflamatória. Além disso, ainda evita a vermelhidão da pele, bastante comum no frio.

Óleo de amêndoas

Bastante usado em cremes, ele é rico em antioxidantes e tem vitaminas e compostos que combatem os radicais livres – responsáveis pelo processo de envelhecimento da pele.

Leia também: Benefícios do óleo de amêndoas além da hidratação

Óleo de semente de uva

“Com flavonoides e polifenóis, que também inibem a ação dos radicais livres, ele tem alta concentração de vitamina E. Portanto, é um bom aliado na cicatrização de feridas, comuns quando o ressecamento causa rachaduras na pele”, explica Pazzini.

Extrato de calêndula

Por também ter efeitos anti-inflamatórios, ele ajuda a diminuir a vermelhidão da pele e melhora a umidade local por ser muito hidratante.

Leia também: Afinal, o que é calêndula e quais seus benefícios?

Extrato de Ginkgo Biloba

Protege a pele contra danos causados por radicais livres. Além disso, ele ainda tem efeito calmante, que ajuda a diminuir as inflamações.

Vitamina E

“Além da ação antioxidante e anti-inflamatória, ela age como lubrificante e hidratante da pele. Estes benefícios melhoram a elasticidade da pele e ajudam quem tem tendência a ter a pele ressecada.”

Extrato de hortelã

Por fim, trata-se de um vasodilatador que melhora o efeito dos outros hidratantes, além de ter propriedades antibactericidas e antifúngicas.

“Vale lembrar, contudo, que se você já tem a pele sensível e muito seca, avermelhada ou com lesões e feridas, é importante procurar um médico para ter o diagnóstico certo e descobrir a melhor forma de tratamento”, diz Pazzini.

“Seu médico vai te orientar sobre os produtos certos para oseu tipo de pele, considerando o nível de oleosidade, a tendência ao ressecamento e o grau de sensibilidade, portanto não deixe de consultá-lo”, finaliza.

Fontes: Renato Pazzini, dermatologista pela USP, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Membro do Corpo Clínico dos Hospitais Albert Einstein e Oswaldo Cruz.

British Journal of Dermatologyc

Sobre o autor

Ana Paula Ferreira
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em beleza e bem-estar.