O que acontece com o corpo ao suspendermos o Ozempic?

Saúde
12 de Junho, 2023
O que acontece com o corpo ao suspendermos o Ozempic?

Desde 2021, o Ozempic, vem dando o que falar. O medicamento, criado inicialmente para auxiliar no manejo do diabetes tipo 2, tornou-se um grande aliado de quem está tratando sobrepeso ou obesidade. O problema é que muita gente vem usando a substância sem o devido acompanhamento médico, o que aumenta os riscos de efeitos colaterais. Da mesma forma, parar de tomar Ozempic sem orientação não é indicado. Entenda os motivos:

O que é o Ozempic?

A “canetinha” com agulha na ponta ficou bastante popular nas redes sociais, mais especificamente no TikTok. O remédio foi desenvolvido pela farmacêutica dinamarquesa Novo Nordisk e destinado ao tratamento do diabetes. Contudo, muitos médicos indicam o uso “off label” do Ozempic — isto é, não previsto pela bula — justamente por conta de seus benefícios contra a obesidade e sua segurança.

A semaglutida (nome científico da molécula contida no remédio) age de forma idêntica ao GLP-1 (glucagon 1, um hormônio produzido no intestino), aumentando a quantidade de insulina liberada pelo pâncreas em resposta aos alimentos. Como consequência, ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue, diminui o apetite e retarda a digestão, fazendo com que o estômago esvazie lentamente.

Um dos principais estudos sobre a semaglutida (Wegovy) apontou que pessoas com obesidade foram capazes de eliminar até 14,9% do peso total após o uso da mesma.

Leia também: Ozempic emagrece? O que é o remédio, indicações e efeitos colaterais

Posso parar de tomar Ozempic?

A médica endocrinologista Dra Elaine Dias explica que tanto a obesidade quanto o diabetes são doenças consideradas crônicas e, portanto, o tratamento das mesmas deve perdurar por toda a vida. Por isso, na maioria dos casos, não é interessante parar de tomar Ozempic.

“Se o diabetes tipo 2 está controlado, por exemplo, o que normalmente fazemos é reduzir a dosagem e acompanhar o indivíduo por um tempo para ver como ele fica. Se mesmo sem o medicamento o índice glicêmico estiver adequado, podemos até tentar suspender o uso, mas sempre observando se não há pioras”, ela diz.

Já no caso da obesidade, quando a pessoa atinge o peso adequado, a especialista afirma que o mais comum é continuar com uma dose bem pequena. Tudo isso, claro, acompanhado de mudanças no estilo de vida.

“Situações nas quais há a suspensão do medicamento são: se ele causa efeitos colaterais intensos ou não gera os resultados esperados (ou seja, o paciente não consegue perder mais de meio quilo por semana). Aí, geralmente troca-se o remédio.”

O que acontece com o corpo ao parar de tomar Ozempic?

Mas é claro que parar de tomar Ozempic não deve ser feito de uma hora para outra e por conta própria. A Dra Elaine Dias diz que apesar de não provocar nenhum tipo de “abstinência” conhecida, a interrupção do tratamento pode levar a consequências indesejadas, como:

  • Piora dos índices glicêmicos: como qualquer remédio, o Ozempic não faz efeito se você deixa de usar. Desse modo, pacientes com diabetes podem ter seus níveis de glicose descontrolados, o que representa um risco para a saúde;
  • Volta do apetite e possível reganho de peso: o medicamento atenua os sinais de fome e aumenta a sensação de estômago “cheio”. Portanto, é normal que o apetite retorne sem ele, o que pode fazer com que a pessoa recupere os quilos perdidos se não tiver adotado hábitos mais saudáveis.

Leia também: Ozempic e Wegovy: qual a diferença entre os fármacos de semaglutida?

Quais os cuidados com o medicamento?

Seja para começar a utilizar o Ozempic, ou até para parar de tomar o mesmo, o indicado é sempre contar com a prescrição e a orientação de um médico. Além disso, a endocrinologista elenca dicas que ela dá aos seus pacientes que estão utilizando o medicamento:

  • Beber bastante água, uma vez que a substância tem um leve potencial diurético — para diminuir enjoo e mal-estar, dê preferência ao líquido gelado;
  • Opte por comidas mais leves e evite frituras. Como a semaglutida diminui o esvaziamento gástrico, alimentos “pesados” podem causar náuseas e até vômito;
  • Procure ajuda multidisciplinar para mudar o seu estilo de vida – alimentação equilibrada e prática regular de exercícios físicos são hábitos essenciais para o manejo do diabetes e da obesidade.

Fonte: Dra Elaine Dias JK, médica endocrinologista e membro ativo da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

dores nos glúteos e problemas na coluna
Saúde

Dores nos glúteos sinalizam problemas na coluna, diz especialista

Pesquisa aponta problemas na coluna como uma das principais causas de afastamento do trabalho

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

10 benefícios da banana que provavelmente você não conhece (mais receitas)

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

perda muscular
Bem-estar Movimento Saúde

Perda muscular compromete a recuperação do paciente  

A sarcopenia, a perda de massa muscular e da força, aumenta o risco de complicações em diversos quadros