Jantar pipoca é saudável?

Alimentação Bem-estar
03 de Janeiro, 2022
Jantar pipoca é saudável?

Tem dias que a gente não tem vontade de comer uma refeição completa à noite — ou, então, ficamos com preguiça de cozinhar. Muita gente opta, nessas ocasiões, por um lanchinho rápido e prático. Mas será que jantar pipoca com frequência é saudável? Confira:

Benefícios da pipoca

A pipoca é um alimento derivado do milho, um grão que pode ser considerado saudável. Isso porque ele é rico em vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes que combatem doenças. Uma porção pequena do alimento feito de forma natural (ou seja, sem óleo, manteiga ou sal) possui apenas 67,20 calorias.

Pesquisas sugerem que a ingestão de grãos integrais está ligada a uma vida mais longa, menos inflamações e menor risco de doenças cardíacas, derrame, câncer, diabetes e obesidade. Três porções diárias de grãos integrais foram associadas a um menor IMC e menos gordura abdominal.

Veja os principais benefícios do alimento para o corpo:

  • Por ser fonte de fibras, ela melhora o trânsito intestinal e contribui para a saciedade;
  • É uma boa sugestão para o pré-treino por concentrar carboidrato, que garante energia;
  • Contém niacina (vitamina B3), que controla os níveis de colesterol no sangue;
  • Combate os radicais livres, já que carrega substâncias antioxidantes. Desse modo, ajuda a prevenir o envelhecimento precoce e diversas doenças crônicas;
  • A vitamina B6, presente na pipoca, é precursora da serotonina, hormônio ligado ao bem-estar.

Leia também: Receitas de pipocas saudáveis

Afinal, jantar pipoca é saudável? Poréns

Apesar de ser um snack saudável, muita gente acaba adicionando ingredientes nada bons na hora de preparar o lanchinho. O óleo e a margarina (ou manteiga) utilizados para estourar o produto na panela, por exemplo, podem aumentar as calorias e trazer um alto teor de gordura saturada.

Além disso, temperar o seu snack com manteiga, queijo, bacon, açúcar e pózinhos industrializados aumenta a quantidade de calorias. O ideal é apostar em ingredientes naturais, como páprica e pimenta-do-reino. E não exagerar no sal.

Vale lembrar, também, que o tamanho da porção merece atenção. A quantidade de pipoca recomendada é de, no máximo, três xícaras, mas é fácil devorar um saco de uma só vez (principalmente se você estiver com fome) – e isso poderia ser o equivalente a cinco fatias de pão em quantidade de carboidratos.

Por fim, apesar de entregar boas doses de carboidratos e fibras, a pipoca é pobre em proteínas, macronutriente que não pode faltar no seu jantar. Por isso, a conclusão é que até dá para trocar a refeição por um saquinho de pipoca natural de vez em quando, mas o ideal mesmo é deixá-lo para os lanches intermediários.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher de lado tomando um suco verde em um copo
Alimentação Bem-estar

Como comer mais fibras no dia a dia? Dicas simples

O nutriente promove saciedade, melhora o trânsito intestinal, ajuda a evitar picos de açúcar no sangue e diminui a absorção das gorduras. Veja como comer mais

foto mostra diferentes pincéis de maquiagem
Beleza Bem-estar

Pincéis e esponjas de maquiagem podem causar acne e alergias. Como higienizar?

Você já tentou de tudo, mas não consegue se livrar do aparecimento de espinhas? Já tentou lavar seus pincéis e esponjas de maquiagem?

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!