Existe melhor hora de jantar para emagrecer? Especialista esclarece

23 de junho, 2022

Está tentando perder peso? Então, aí vai uma pergunta: você costuma se preocupar com os horários das suas refeições? Se a resposta foi não, vale a pena começar a rever esse hábito, afinal, a hora que você escolhe jantar pode interferir no processo de emagrecimento. Saiba mais:

Como a hora do jantar influencia a perda de peso?

De acordo com a nutricionista clínica Mariana Nacif, “estudos apontam que dormir logo após uma refeição afeta a qualidade do sono. E um sono de má qualidade pode interferir em alguns hormônios, incluindo os de fome e saciedade”, ela explica.

Isso sem falar na produção do cortisol, o conhecido hormônio do estresse, que também tem relações com o ganho de peso. Desse modo, o resultado pode ser mais fome e piores escolhas alimentares no dia seguinte.

Inclusive, um estudo de 2019 conduzido pelo Salk Institute com homens e mulheres acima do peso, pressão arterial elevada e uma taxa alta de açúcar no sangue mostrou que quando os participantes fizeram um jejum noturno de 14 horas (ou seja, jantaram mais cedo do que o habitual), não apenas perderam uma média de 3,3kg em 3 meses, como apresentaram melhorias significativas na pressão arterial e no nível de colesterol.

E não é só a perda de peso que pode sair prejudicada nessa história. “Comer e ir deitar em seguida também pode ser ruim para a digestão, ocasionando possíveis refluxo e/ou azia”, complementa a especialista.

O que fazer?

Se você tem o costume de atrasar o jantar e sente que isso afeta o seu sono, pode ser interessante tentar adiantar a última refeição da noite.

Além disso, como o metabolismo durante o sono é mais lento, é importante ficar atento no que comer antes de dormir e apostar em pratos de fácil digestão e com poucos ingredientes como gordura, sal e açúcar. Veja algumas opções:

Fonte: Mariana Nacif (CRN-4 19100749), nutricionista clínica formada pelo Instituto Brasileiro de Medicina e Reabilitação (IBMR), especialista em saúde da mulher, microbiota intestinal, nutrição vegetariana e integrativa, comportamento alimentar e coaching nutricional. É integrante do corpo clínico da Remind (SP) e LANAI (RJ).

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.