Gastroplastia endoscópica: o que é e como funciona

Saúde
04 de Outubro, 2022
Gastroplastia endoscópica: o que é e como funciona

A gastroplastia endoscópica, também conhecida como Endossutura Gástrica, é um procedimento de redução de estômago via endoscopia.

De acordo com o  Dr. Admar Concon Filho, cirurgião bariátrico, cirurgião do aparelho digestivo e médico endoscopista, o procedimento, basicamente, é uma redução do estômago feita por endoscopia, sem qualquer corte na parede abdominal. 

“É menos invasivo e preenche uma lacuna que tínhamos entre os tratamentos clínicos e os tratamentos cirúrgicos para a obesidade. O tamanho do estômago é reduzido em até 60%”, explica.  

Obesidade

A obesidade é uma doença endêmica em todo o mundo, inclusive no Brasil. Segundo a pesquisa “Vigitel 2021”, realizada pelo Ministério da Saúde, quase 6 em cada 10 brasileiros (57,25%) estavam com sobrepeso em 2021. 

Por isso, muitas pessoas que lidam com a obesidade buscam uma cirurgia bariátrica que fornece a perda de peso e melhora as comorbidades relacionadas à doença. 

Porém, uma das formas de não recorrer à cirurgia bariátrica é através da gastroplastia endoscópica. 

Como funciona a gastroplastia endoscópica?

De acordo com o cirurgião bariátrico, o procedimento utiliza um aparelho acoplado, chamado OverStitch®. Assim, a ponta do endoscópio é introduzida pela boca até chegar ao estômago.

“Nessa parte, realizamos uma sutura endoscópica, que são como pregas internas na parede do estômago”, detalha.

Ao reduzir o tamanho do estômago, sua capacidade gástrica fica menor: “dessa forma, o paciente consome menos alimento e atinge uma saciedade precoce, levando à perda de peso”.

Porcentagem da perda de peso 

Como a gastroplastia endoscópica realiza suturas ou pontos no estômago, reduzindo cerca de 70% da sua capacidade, o cirurgião do aparelho digestivo comenta que a porcentagem da perda de peso com essa técnica chega a eliminar de 15% a 20% do peso inicial do paciente.

Benefícios da gastroplastia endoscópica

Os principais benefícios da gastroplastia endoscópica foram listados pelo Dr. Admar Concon Filho. São eles: 

  • Perda de peso;
  • Melhor qualidade de vida;
  • Mais disposição;
  • Controle e prevenção de doenças associadas à obesidade;
  • Procedimento com baixas taxas de complicação, menos invasivo e com recuperação rápida.

Além disso, é preciso ressaltar que o procedimento é rápido, demora de 1 a 2 horas e, embora não seja um procedimento cirúrgico, é realizada em centro cirúrgico com anestesia geral. Normalmente, o paciente tem alta hospitalar no mesmo dia.

Quem pode fazer a gastroplastia endoscópica?

Segundo o especialista consultado, a gastroplastia endoscópica é indicada para pacientes com IMC (Índice de Massa Corpórea) a partir de 30, ou seja, com obesidade grau 1.

“Também é indicada para pacientes que se enquadram nos critérios da cirurgia bariátrica, mas não querem operar. Outra indicação é para pacientes que realizaram a cirurgia bariátrica e tiveram recidiva da obesidade, o chamado reganho de peso”, complementa.

Porém, nesses casos, o médico alerta ser necessário avaliar se há alguma alteração no tamanho do estômago ou se o paciente voltou a engordar por uma questão comportamental. “Se for a segunda opção, não adianta fazer a gastroplastia endoscópica”, lembra.

Leia também: Cirurgia bariátrica: Silvia Poppovic elimina 50kg

Recomendações antes da gastroplastia endoscópica 

As recomendações antes de realizar a gastroplastia endoscópica são muito parecidas com a cirurgia bariátrica. 

O cirurgião bariátrico comenta que o paciente precisa entender que esse procedimento é uma ferramenta para ajudá-lo a emagrecer. Portanto, é importante que ele faça acompanhamento com a equipe multidisciplinar, principalmente com nutricionista, psicóloga e endocrinologista, tanto antes quanto depois do procedimento. 

Dessa maneira, o paciente será preparado para adotar novos hábitos alimentares (evitar excesso de alimentos hipercalóricos, carboidratos, doces, refrigerantes, entre outros) e iniciar atividade física. 

“Se não houverem esses comprometimentos, ele não conseguirá conquistar os resultados possíveis”, alerta. 

Recuperação após realizar a gastroplastia 

A recuperação do paciente é rápida, segundo o médico endoscopista. “Geralmente, ele tem alta no mesmo dia e, em 2 dias, já pode começar a retomar suas atividades normais”, tranquiliza. 

Além disso, o paciente também deverá seguir uma dieta restrita, que passará pela fase líquida, pastosa e branda, até poder voltar a comer os alimentos normalmente.

Riscos da gastroplastia endoscópica

Embora seja um procedimento pouco invasivo e muito seguro, existem alguns riscos, assim como qualquer procedimento cirúrgico, mas são bem raros nesse procedimento. 

O Dr. Admar Concon Filho informa que os principais riscos são a possibilidade de um sangramento e de ocorrer fístulas, que é quando o conteúdo do estômago extravasa para a cavidade abdominal, podendo levar a uma infecção.

Diferença entre cirurgia bariátrica e gastroplastia endoscópica

Por fim, para evitar confusões em relação à cirurgia bariátrica e a gastroplastia endoscópica, o especialista explica que a principal diferença é que uma é cirurgia e outra é um procedimento endoscópico. 

“A cirurgia também é mais invasiva que a gastroplastia. Outra diferença é na indicação, a gastroplastia pode ser feita por pacientes com IMC a partir de 30. Já a cirurgia bariátrica pode ser feita com IMC a partir de 40 ou a partir de 35, desde que o paciente tenha doenças associadas”, acrescenta. 

Além disso, a perda de peso também é maior na cirurgia bariátrica, podendo variar de 30% a 40% do peso inicial, conforme a técnica e o comprometimento do paciente. Em alguns casos, chega a ser até maior que 40%. Por outro lado, na gastroplastia a perda é de 15% a 20% do peso inicial.

Fonte: Dr. Admar Concon Filho, cirurgião bariátrico, cirurgião do aparelho digestivo e médico endoscopista. Presidente do Hospital e Maternidade Galileo e fundador e coordenador do Grupo de Cirurgia Bariátrica de Valinhos.

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas

corredor abaixado segurando a perna aparentemente com dor
Bem-estar Movimento Saúde

Será que eu estou com canelite? Médico destaca principais sinais

A condição é uma das principais preocupações entre os corredores. Ortopedista explica como identificar os sintomas característicos da canelite