Como acabar com a gula e emagrecer de forma saudável

12 de julho, 2019

É só começar a fazer dieta que a gula acontece. Todos aqueles doces e salgados parecem ficar mais gostosos, você nem estava com vontade de comer besteiras, mas agora está…Tudo isso porque você colocou a palavra “regime” na sua cabeça. Então, surge a dúvida: como acabar com a gula e emagrecer sem sofrimentos? Saiba mais a seguir:

O que é a gula?

Na verdade, nem sempre a vontade de consumir as tentações aumenta. A gula é uma falsa sensação criada pela atenção que a comida está recebendo agora que você está de dieta. Na verdade, o termo em si surgiu no Cristianismo, considerado um dos sete pecados capitais e também relacionado ao egoísmo humano: querer ter sempre mais e mais, não se contentando com o que já tem, uma forma de cobiça. Hoje em dia, a palavra é mais usada para comer sem mesmo sentir fome.

E apesar de serem coisas diferentes, a gula, muitas vezes, pode estar ligada à alimentação emocional: ou seja, atacar itens (na maioria das vezes, calóricos) para aliviar sentimentos (sejam eles bons, como uma promoção no trabalho, ou ruins, como um término de namoro).

Se feito com pouca frequência, o ato não faz tão mal para o organismo. Contudo, se ele vira rotina, pode evoluir para um quadro de compulsão alimentar, isto é, a falta de controle na ingestão dos alimentos seguida por sentimentos de culpa, arrependimento e tristeza muito intensos. Além de prejuízos emocionais, esse quadro pode levar ao ganho de peso.

Leia também: Emagrecer até o final do ano: Qual a melhor dieta?

Por isso, se você sofre com a irresistível vontade de se deliciar com uma feijoada, seguida de uma sobremesa com muito chocolate, atente para alguns truques que ajudam a espantar a gula:

Como acabar com a gula

Repense seus conceitos

Não veja verduras, legumes e frutas como sacrifícios. Isso porque esses alimentos são essenciais para quem quer ter uma alimentação saudável e precisam fazer parte da sua rotina. Além disso, existem tantas opções e receitas saborosas que é impossível odiar todas.

Coma para viver, não viva para comer

É claro que você deve estar atento ao que come, mas não precisa pensar nisso o tempo todo. Quando não estiver comendo, faça coisas que sirvam como uma distração. Você pode ler um livro, ouvir uma música, assistir a alguma série nova, passear com o cachorro…

Previna-se das tentações

Se você ainda está se sentindo tentado, evite dar de cara com as “comidas proibidas”. Por isso, na hora das compras, não passe pelos corredores das bolachas recheadas, dos refrigerantes e de outras coisas açucaradas. Afinal, se não tem em casa, você não vai comer.

Não seja um “maria-vai-com-as-outras”

Não precisa deixar de sair com os amigos. Se eles gostam de comer besteira, tudo bem — mas você não precisa fazer igual. Opte por escolhas saudáveis e se pedirem sobremesa, escolha uma fruta.

Pare de pular refeições

Está pensando em matar o almoço para se lambuzar com um doce mais tarde? Pode esquecer. Jamais pule refeições para compensar outros lanches mais calóricos. Você pode até economizar calorias com isso, mas também se privará de diversos nutrientes essenciais ao corpo.

Como acabar com a gula: Na dúvida, escolha o básico

Nos restaurantes, o que não falta é variedade. Na dúvida, escolha o prato mais simples. Certamente, eles são bem menos calóricos. É muito melhor escolher arroz, feijão e frango com legumes do que uma fatia de quiche com salada e molho.

Esqueça as dietas radicais

É preciso mudar os hábitos alimentares visando uma alimentação equilibrada. Isso vai favorecer não só o seu emagrecimento, mas a sua saúde. Restrições exageradas não são nada produtivas.

Como acabar com a gula: Entenda que dieta não é sinônimo de passar fome

Esqueça a ideia de que é preciso morrer de fome para emagrecer. Quem nunca ouviu aquelas pessoas que emagreceram muito dizerem que agora comem muito mais? O que acontece é que a qualidade da alimentação mudou.Por exemplo, se você come dois lanches de fast-food por dia, provavelmente, você já estourou sua quantidade diária de calorias necessárias para o seu corpo.

Leia também: Compulsão alimentar: Como identificar e controlar esse distúrbio

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.