Feijão engorda? Confira as informações nutricionais do alimento

Alimentação Bem-estar
05 de Novembro, 2021
Feijão engorda? Confira as informações nutricionais do alimento

Este alimento é um item que não pode faltar na mesa de muitos brasileiros. Ele faz parte da família das leguminosas e contém nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo. Contudo, muitas pessoas ainda acham que feijão engorda e, por isso, deixam de incluí-lo na dieta. Mas será que é verdade?

Benefícios e informações nutricionais

Fonte de fibras e proteínas vegetais, o feijão é uma ótima opção para colocar no prato — principalmente se você pratica atividades físicas. Além disso, há uma grande variedade de tipos: preto, carioca, jalo, branco, rajado, vermelho, fradinho, de corda… Cada um carrega características diferentes de textura e sabor, o que nos permite criar muitos pratos. Confira mais algumas vantagens da leguminosa:

  • Melhora da saúde intestinal: Graças às fibras, que contribuem para o trânsito do sistema digestivo e para a qualidade da microbiota;
  • Controle do colesterol: As fibras presentes no alimento se fixam nas moléculas de gordura (como o próprio colesterol) e contribuem para diminuir a sua absorção;
  • Mais saciedade: E sem calorias elevadas ou picos glicêmicos, o que pode beneficiar quem busca o emagrecimento;
  • Grande aporte de nutrientes para o corpo (como cálcio, ferro e zinco): Pode, portanto, ajudar a prevenir e controlar condições como a anemia;
  • Reforço na imunidade: Seja porque é uma fonte de zinco ou também equilibra a microbiota intestinal.

Leia também: Broto de feijão: O que é, benefícios e propriedades

Mas em relação às calorias: Veja o que uma porção de 100 gramas de feijão carioca cozido carrega:

  • 76 calorias;
  • 13,6g de carboidratos;
  • 4,8g de proteínas;
  • 0,5g de gorduras;
  • 8,50g de fibras;
  • 2mg de sódio.

Afinal, feijão engorda?

Como você viu, uma porção do alimento é tão calórica assim, sem contar que entrega mais de um terço da dose diária de fibras que devemos ingerir. Portanto, ele pode sim ser uma boa opção para quem busca perder peso!

A combinação feijão + arroz, aliás, é muito completa: ambos são fontes de aminoácidos essenciais complementares — substâncias necessárias para a síntese de proteínas, hormônios e neurotransmissores, mas que o organismo não carrega naturalmente. O cereal contém metionina. Já a leguminosa carrega lisina e leucina, por exemplo.

Contudo, vale sempre lembrar: nenhuma comida, sozinha, é capaz de nos fazer emagrecer ou engordar. Portanto, consumir o feijão (principalmente junto de outros itens calóricos, como a linguiça e o bacon) pode sim gerar o aumento dos quilos na balança. Você deve prezar, então, pelo equilíbrio, além de contar com a ajuda de um acompanhamento nutricional para atingir sua meta com segurança e sem radicalismos.

Leia também: Quer melhorar a saúde do coração? Coma feijão

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher de lado tomando um suco verde em um copo
Alimentação Bem-estar

Como comer mais fibras no dia a dia? Dicas simples

O nutriente promove saciedade, melhora o trânsito intestinal, ajuda a evitar picos de açúcar no sangue e diminui a absorção das gorduras. Veja como comer mais

foto mostra diferentes pincéis de maquiagem
Beleza Bem-estar

Pincéis e esponjas de maquiagem podem causar acne e alergias. Como higienizar?

Você já tentou de tudo, mas não consegue se livrar do aparecimento de espinhas? Já tentou lavar seus pincéis e esponjas de maquiagem?

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!