4 alimentos que mais causam acúmulo de gordura visceral

Alimentação Bem-estar
19 de Janeiro, 2023
Leticia Ramirez Naper de Souza
Revisado por
Nutricionista • CRN-3 63183
4 alimentos que mais causam acúmulo de gordura visceral

A gordura visceral, popularmente conhecida como gordura abdominal, é aquela que se localiza na cavidade do abdômen, abaixo dos músculos, próxima às vísceras. O acúmulo dela desencadeia aumentos do peso e da circunferência abdominal, diminuindo a qualidade de vida do indivíduo e levando ao surgimento de diversos problemas de saúde. Além disso, uma dieta nada saudável pode estimular o estoque da gordura visceral. Entenda:

Leia também: Perder gordura abdominal: 13 dicas para secar a barriga

Quais as consequências do excesso?

Segundo um estudo publicado pela Mayo Clinic, nos Estados Unidos, obesos abdominais têm duas vezes mais chances de desenvolverem doenças cardiovasculares em comparação a uma pessoa saudável.

De acordo com o médico pós-graduando em nutrologia e medicina do esporte, Dr Hugo Gatto, a gordura visceral está associada ao maior risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares (principalmente infarto e aterosclerose), diabetes tipo 2, insuficiência hepática, pressão alta, resistência à insulina, baixa qualidade do sono e altos níveis do hormônio do estresse, o cortisol.

Gatto explica ainda que o acúmulo de gordura visceral acontece devido a uma alimentação rica em farináceos, açúcar, gorduras saturadas, alimentos ultraprocessados e excesso calórico, além da falta da prática de exercícios físicos regulares.

“A redução da gordura visceral está totalmente ligada à diminuição dos riscos à saúde. Para isso, a saída é a mudança de hábitos de vida, através de uma alimentação equilibrada em proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais, em conjunto a exercícios físicos regulares”, pontua o profissional.

Portanto, perder essa gordura é fundamental para manter a saúde e o bom funcionamento do organismo. Gatto ressalta ainda que nenhum alimento isolado causa o quadro, mas sim o excesso no consumo desses alimentos em conjunto com os hábitos de vida.

Leia também: Estudo aponta a melhor estratégia para perder peso

Exame de Bioimpedância
Descubra suas taxas de gordura e massa magra Agende já o teste de bioimpedância gratuito na farmácia Droga Raia ou Drogasil mais próxima de você

Dieta e gordura visceral

Por isso, a seguir, saiba quais são os quatro maiores vilões responsáveis pelo acúmulo de gordura visceral.

  • Salgadinhos

“Os salgadinhos são escolhas alimentares pouco saudáveis. Geralmente, são ricos em calorias e gorduras saturadas, além de sódio e outros aditivos. Assim, a ingestão desse tipo de alimento pode contribuir com a gordura visceral, além de aumentar o risco de diabetes tipo 2 e de doenças cardíacas”, explica o médico.

  • Ultraprocessados congelados

“As refeições congeladas, por exemplo: pizza, hambúrgueres, nuggets e lasanha, contribuem para o aumento de peso, além do acúmulo de gordura visceral. Isso porque elas são ricas em calorias, sódio e gordura saturada”, ressalta Gatto.

  • Embutidos

“Presunto, salsicha e mortadela. Alimentos embutidos possuem alto teor de sódio e conservantes a fim de mantê-los conservados por muito tempo. Todos eles estão diretamente ligados ao aumento de gordura visceral.”

  • Ultraprocessados em geral

“Bolacha recheada, macarrão instantâneo, refrigerantes e doces, por exemplo, são alimentos vilões do aumento de gordura visceral. Geralmente, possuem alto teor de gordura saturada e trans, além de açúcares, que são capazes de aumentar o colesterol ruim e diminuir o bom”, alerta o médico.

Fonte: Dr Hugo Gatto, médico pós-graduando em nutrologia e medicina do esporte. Ademais, está à frente da clínica, Instituto Gatto, referência em reposição hormonal, emagrecimento e hipertrofia.

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

lesões no beach tennis
Bem-estar Movimento

Lesões no beach tennis: joelho e ombro são as mais comuns. Veja como evitar

Assim como em outras atividades, também há risco de lesões no Beach Tennis. Portanto, veja dicas de como evitar lesões como epicondilite lateral.

fasting mimicking
Alimentação Bem-estar

Diet Fasting Mimicking: o que é o método que imita jejum?

A metodologia restringe calorias por um período de tempo determinado

óleo de coco
Alimentação Bem-estar

Óleo de coco: benefícios e possíveis usos

Multiuso e cheio de benefícios, o óleo de coco é um dos destaque do momento para quem procura uma vida mais saudável. Saiba mais