Estudo aponta a melhor estratégia para perder peso

Alimentação Bem-estar
19 de Janeiro, 2023
Estudo aponta a melhor estratégia para perder peso

Um grupo de pesquisadores decidiu investigar a melhor estratégia para perder peso. E apesar de muita gente acreditar que protocolos como o jejum intermitente seriam mais eficazes, eles descobriram que a clássica restrição de calorias ainda é a forma mais efetiva de atingir o objetivo.

Desse modo, o horário das refeições não faz tanta diferença assim se você consumir menos calorias do que gasta diariamente. As descobertas foram publicadas no Journal of the American Heart Association.

“Embora os ‘padrões de alimentação com restrição de tempo’ – conhecidos como jejum intermitente – sejam populares, estudos rigorosamente projetados ainda não determinaram se limitar a janela total de alimentação durante o dia ajuda a controlar o peso”, disse Wendy L Bennett, professor associado na Johns Hopkins University School of Medicine e principal autor do artigo, ao site de notícias do periódico.

Melhor estratégia para perder peso: como funcionou o estudo

Para chegar à conclusão, os cientistas selecionaram um grupo com cerca de 550 pessoas, com idade média de 51 anos e IMC de aproximadamente 30,8 (o que caracteriza obesidade). Eles acompanharam seus pesos, outros indicadores de saúde e hábitos alimentares por 6,3 anos.

A equipe de pesquisa criou um aplicativo móvel, o Daily24, para que os participantes informassem seus horários de dormir, comer e acordar em tempo real. E-mails, mensagens de texto e notificações os incentivaram a usar o aplicativo o máximo possível.

Assim, os especialistas puderam concluir que:

  • O horário das refeições não associou-se à mudança de peso;
  • Refeições grandes (classificadas em mais de mil calorias) e refeições médias (entre 500 e mil calorias) foram ligadas ao aumento de peso, enquanto refeições menores (menos de 500 calorias) foram relacionadas ao emagrecimento.

Leia também: Como comer melhor em 2023: veja dicas para uma dieta mais saudável

Poréns

Contudo, os pesquisadores também apontaram algumas limitações da pesquisa em questão. De acordo com outra autora do artigo, Di Zhao, embora o estudo tenha descoberto que a frequência das refeições e a ingestão total de calorias eram fatores de risco mais fortes para a mudança de peso do que o horário das refeições, os resultados não puderam provar causa e efeito diretos.

Investigações futuras precisam trabalhar para incluir uma população mais diversa, uma vez que a maioria dos participantes do estudo constituía mulheres brancas dos Estados Unidos. Além disso, os cientistas também não conseguiram avaliar a intenção de perda de peso dos participantes antes do estudo, e não consideraram outras variáveis, como condições de saúde preexistentes.

Mesmo assim, os resultados dão um bom norte sobre a melhor estratégia para quem quer perder peso.

Referência: Association of Eating and Sleeping Intervals With Weight Change Over Time: The Daily24 Cohort.

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

lata de leite condensado cozida aberta com abridor
Bem-estar Casa

Doce de leite na air fryer dá certo? Pode explodir?

Uma receita de doce de leite na air fryer viralizou recentemente no TikTok. Mas será que realmente dá certo? Confira

foto de folhas de citronela em uma bandeja de bambu
Bem-estar Casa Saúde

Planta citronela espanta mosquito da dengue?

A planta possui um óleo essencial desagradável para alguns insetos. Contudo, a citronela não deve ser a única estratégia para espantar o mosquito da dengue

ovo ajuda no ganho de massa
Alimentação Bem-estar

Aumentar o consumo de ovos ajuda no ganho de massa muscular?

Um adulto deve ingerir cerca de 1 a 3 ovos por dia, mas recomendação pode mudar dependendo individuais