Horário das refeições não impacta o emagrecimento

Alimentação Bem-estar
26 de Dezembro, 2022
Horário das refeições não impacta o emagrecimento

Você provavelmente já escutou que o café da manhã deve ser bem caprichado em nutrientes, enquanto o jantar mais leve e menos calórico, não é mesmo? A ideia é bem embasada, afinal, diversos estudos científicos publicados no passado afirmam que o horário que você faz a sua principal refeição do dia pode impactar a perda de peso. Contudo, uma nova pesquisa recente parece contrariar a ideia, mostrando que a forma como o corpo processa calorias de manhã e à noite não influencia a questão. Entenda melhor:

Leia também: Como acabar com mau hálito por meio da alimentação?

Horário das refeições e perda de peso

Em um artigo publicado no site de notícias acadêmicas The Conversation, os cientistas Jonathan Johnston, Alex Johnstone e Peter Morgan, todos autores do estudo, dizem que, nos últimos anos, os conselhos mais populares sobre alimentação se concentraram na ideia de que existem horários certos para fazer as refeições — e segui-los, aliás, faria uma grande diferença na quantidade de quilos perdidos durante uma dieta.

Ou seja, por muito tempo, defendeu-se que era melhor concentrar as calorias pela manhã, e reduzir o tamanho das porções à tarde ou à noite. Essa lógica até faz sentido. Afinal, todas as células do nosso corpo seguem o chamado relógio circadiano, que dura 24 horas e regula todas as funções biológicas, incluindo o metabolismo.

Sendo assim, a forma como o organismo processa os alimentos consumidos pode mudar em diferentes horários do dia.

Porém, a nova pesquisa parece ter concluído que, embora o tamanho das porções do café da manhã e do jantar tenha influenciado o apetite dos participantes, ele não apresentou efeitos sobre o metabolismo e a perda de peso dos mesmos.

Leia também: O que comer uma semana antes da São Silvestre?

Perda de peso: como funcionou o estudo

Para chegar à conclusão, uma equipe de especialistas das Universidades de Aberdeen e de Surrey, no Reino Unido, realizou um estudo controlado em pessoas saudáveis, mas acima do peso. Todos os voluntários receberam duas dietas, que duraram quatro semanas cada uma:

  • Na primeira, eles fizeram um grande café da manhã e um pequeno jantar;
  • Por outro lado, na segunda, ingeriram um pequeno café da manhã e um grande jantar.

Os pesquisadores forneceram todas as refeições para os participantes, assim, puderam controlar a quantidade de calorias consumidas por eles. Então, mediram o metabolismo e o gasto energético de todos.

De acordo com o artigo publicado, os cientistas esperavam que o primeiro cardápio (isto é, aquele composto pelo grande café da manhã e o pequeno jantar) aumentasse a queima de calorias e a perda de peso. Mas não foi o que aconteceu: eles não observaram diferenças no emagrecimento, no gasto de energia e nem nos níveis de glicose, insulina e lipídios (gordura) no sangue entre os dois padrões de alimentação.

“Nossas conclusões são consistentes com estudos sobre horários de refeições a curto prazo (um a seis dias), em que os participantes vivem em uma câmara respiratória no laboratório (um cômodo pequeno e hermético, equipado com confortos básicos) pela duração do experimento. Juntas, as pesquisas indicam que a forma que o nosso corpo processa calorias de manhã e à noite, comparativamente, não influencia a perda de peso como na forma relatada em outros estudos”, disseram os autores.

Leia também: Anorexia alcoólica: o perigo de trocar alimentos pelo álcool

Poréns

A única alteração encontrada foi com relação ao apetite dos indivíduos: no período em que fizeram o grande café da manhã e o pequeno almoço, relataram sentir menos fome durante o dia.

Mesmo assim, os especialistas destacaram as limitações da pesquisa. Eles analisaram os participantes por quatro semanas para cada cardápio. Mas estudos anteriores mostraram diferenças na perda de peso depois de quatro semanas. “Mas o fato de que nem as calorias ingeridas, nem as queimadas, foram alteradas ao longo de quatro semanas demonstra que a perda do corpo provavelmente não teria se alterado se o estudo fosse mais longo”, eles defenderam.

“A crononutrição permanece uma área de pesquisa fascinante e existem cada vez mais evidências de que o horário das refeições pode desempenhar um papel importante para melhorar a saúde de muitas pessoas. Mas nossas últimas pesquisas indicam que a hora do dia em que você come sua maior refeição não é tão importante para a perda de peso quanto se pensava anteriormente”, finalizaram.

Referência: Timing of daily calorie loading affects appetite and hunger responses without changes in energy metabolism in healthy subjects with obesity.

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

escolher travesseiro
Bem-estar Saúde Sono

Saiba o que é importante na hora de escolher o melhor travesseiro

Aprenda a escolher o melhor produto para dormir melhor

prato conhecido como costelinha de milho, geralmente feito na air fryer
Alimentação Bem-estar Receitas

“Costelinha” de milho na air fryer fica uma delícia!

Apesar do nome "costelinha", o preparo é vegano -- o milho é o principal ingrediente, e fica pronto em poucos minutos na air fryer

mulher olhando o celular
Bem-estar Equilíbrio

Redes sociais geram efeito “cérebro de pipoca”

“Cérebro de pipoca” ocorre quando nosso foco salta de rapidamente de uma coisa para outra, como grãos de milho quando estouram