Bronzeamento artificial: atriz de série americana para no pronto-socorro após sessões

Beleza Bem-estar
22 de Setembro, 2022
Bronzeamento artificial: atriz de série americana para no pronto-socorro após sessões

Conhecida por atuar em diversas comédias, em especial a franquia “American Pie”, Jennifer Coolidge, de 61 anos, precisou ser hospitalizada depois de fazer bronzeamento artificial a jato para seu papel na série “The White Lotus”.

Como contou em entrevista à revista Allure, a artista decidiu fazer o procedimento antes das filmagens começarem, para estar mais bronzeada nas cenas gravadas no Havaí. O que ela não esperava, contudo, é que seu organismo fosse reagir mal aos produtos químicos usados nas sessões, fazendo com que a atriz ficasse mal ainda durante a viagem de trabalho.

“Entrei no avião e comecei a me sentir muito estranha. Quando eu saí do voo, tive que ir para o pronto-socorro”, relembrou.

Leia também: Nutrição e bronzeado: afinal, quais são os alimentos que ajudam a pele no verão?

Bronzeamento artificial: como funciona?

Assim como o nome indica, o bronzeamento artificial serve para deixar a pele com um tom mais bronzeado e costuma ser mais buscado por mulheres, especialmente aquelas que gostam de ficar com a marquinha do biquíni.

Entre as opções, é possível fazer bronzeamento:

  • Artificial na câmara de bronzeamento;
  • A jato com autobronzeante;
  • Com creme autobronzeador.

Saiba a seguir um pouco mais sobre cada uma delas.

Leia também: Foto de idosa que usava protetor solar no rosto e não no pescoço viraliza

Câmaras de bronzeamento artificial

Proibidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) desde 2009 no Brasil, as câmaras de bronzeamento funcionam através de luzes artificiais que emitem raios UVA, oferecendo um risco enorme para o surgimento do câncer de pele.

De acordo com a dermatologista Fernanda Bombonatti, esse método não oferece qualquer benefício, a não ser o estético.

“Além disso, sabemos que a ação solar é acumulativa. Portanto, é possível que pacientes que fazem esse tipo de bronzeamento na juventude possam ter um câncer de pele na vida adulta ou na terceira idade. E aí, nessas fases, já não é possível fazer nada além de ficar tratando e fazendo cirurgias. Não tem como voltar atrás”, alerta.

Leia também: Câncer de pele: conheça os principais tipos e como prevenir

Segundo uma nota da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), os malefícios desses equipamentos já foram comprovados por estudos científicos: seu uso aumenta o risco do câncer, incluindo o do tipo melanoma, que é o mais raro, mas que oferece maior risco de metástase e de morte.

Ainda assim, hoje em dia existem locais como salões de beleza e clínicas de estética que disponibilizam as câmaras de forma ilegal.

Leia também: Mitos e verdades sobre sol e câncer de pele

Bronzeamento a jato

Apesar de ter sido o método que causou o problema de saúde na atriz Jennifer Coolidge, o bronzeamento a jato é considerado mais seguro do que o anterior, por não expor o corpo aos raios UVA.

Neste caso, o procedimento é feito em clínicas, onde a pessoa fica em pé e com o corpo reto para receber de forma uniforme o jato pulverizado do compressor. Cada sessão pode levar cerca de 30 minutos e dura uma média de 7 a 10 dias.

“Mesmo pessoas que não têm o perfil de alergia podem ter uma reação química de alergia na pele. Além disso, pacientes que já tem a pele seca também não devem fazer esse tipo, porque o produto pode piorar o ressecamento”, alerta Fernanda.

Leia também: Alergia de pele: afinal, quais são as principais causas e como tratar cada uma?

Por fim, o procedimento também não é indicado para mulheres gestantes e lactantes, porque ainda não há estudos suficientes que comprovem que os produtos não oferecem riscos para a saúde do bebê.

Vale ressaltar, ainda, que para que seja um procedimento seguro e não faça mal para a saúde dos clientes, é necessário se certificar de que os produtos usados na pele são regulamentados pela Anvisa.

Leia também: Beleza na gestação: pode usar maquiagens e cosméticos?

Creme autobronzeador

O efeito desses cremes acontece por causa da ação de um ingrediente chamado dihidroxiacetona, que também é chamado de DHA ou glicerona. Este produto reage com os aminoácidos presentes nas células mortas da camada mais superficial da pele, produzindo um pigmento amarelado de nome melanoidina.

Alguns pesquisadores acreditam que esse método oferece um potencial efeito benéfico, uma vez que pode servir como produto substitutivo da exposição exagerada a raios ultravioletas. 

Leia também: Usar muitos cosméticos pode fazer mal para a pele: explicamos porque

O ponto negativo desta técnica é sua durabilidade na pele: a cor costuma desbotar aos poucos, durando de três a sete dias até sair completamente.

Lembre-se que, assim como o método a jato, nesse caso também é importante saber se o produto escolhido é aprovado pela Anvisa, além de garantir que ele não causará alergias na pele.

Para isso, é só aplicar um pouco de creme no punho e deixar agir por cerca de 20 minutos, observando se acontece alguma reação.

Leia também: Afinal, usar cosméticos vencidos faz mal? Quais são os riscos para a pele?

Qual é a melhor forma de se bronzear?

Para quem quer ficar com um bronzeado mais natural, a melhor opção é tomar sol. Mas isso só deve ser feito antes das 10h e depois das 16h, e após usar um protetor de fator mínimo 30 no corpo inteiro.

Já para pessoas que querem mais praticidade e um resultado mais rápido, os cremes autobronzeadores são a melhor solução.

Fontes: Fernanda Bombonatti, dermatologista membro da Sociedade brasileira de dermatologia; Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Sobre o autor

Ana Paula Ferreira
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em beleza e bem-estar.

Leia também:

foto de um prato colorido com legumes, salada e grãos
Alimentação Bem-estar Receitas

Encontrar receitas vegetarianas é difícil para você? Veja 20 opções!

Aqui na Vitat, você consegue encontrar inúmeras opções de receitas vegetarianas para variar o seu cardápio. Separamos algumas, confira!

5 benefícios da banana
Alimentação Bem-estar

5 benefícios da banana para os atletas

Liberação gradual de energia e recuperação muscular são alguns dos benefícios. Veja outros!