Beber pouca água aumenta risco de insuficiência cardíaca

Saúde
27 de Abril, 2022
Beber pouca água aumenta risco de insuficiência cardíaca

Ser comprometido com a própria saúde envolve uma série de hábitos e escolhas. Além de seguir uma alimentação equilibrada e realizar atividades físicas com frequência, ao optar por um estilo de vida realmente saudável, a companhia de uma garrafinha de água não pode faltar. Hidratar-se durante o dia, além de ser essencial para o funcionamento de diversos processos vitais do organismo humano, traz benefícios em diversos níveis. Do mesmo modo, quando o consumo se faz abaixo do necessário, complicações podem surgir. Recentemente, um estudo descobriu que o hábito de beber pouca água está ligado a um aumento no risco de desenvolvimento de insuficiência cardíaca.

A pesquisa da National Heart, Lung, and Blood Institute, nos Estados Unidos, foi publicada no European Heart Journal. Ela envolveu mais de 16 mil adultos que foram acompanhados por 30 anos. Os dados mostraram, acima de tudo, que o corpo bem hidratado mantém os níveis de sódio controlados e o funcionamento saudável do coração. Dessa forma, apenas 11,5% dos indivíduos com quantidades consideradas normais de sódio e que não apresentavam diabetes, obesidade ou insuficiência cardíaca, acabaram desenvolvendo a condição. 

O risco aumentou em 39% se o nível de sódio estivesse maior que 143 mmol/L (quantidade normal varia entre 135 e 145 mmol/L) na meia-idade. Já no caso daqueles que apresentaram uma quantia de sal entre 142,5 e 143 mmol/L, há um aumento de 62% nas chances de desenvolver hipertrofia ventricular esquerda, condição que dificulta a capacidade do coração de bombear sangue e, assim, pode aumentar o risco de insuficiência cardíaca.

Riscos

Além da questão ligada à insuficiência cardíaca, beber pouca água traz outros malefícios para o corpo. Tal prática ajuda, inclusive, a deixar o metabolismo mais lento — motivo pelo qual muitas pessoas têm dificuldade de emagrecer. As tão temidas pedras nos rins também podem aparecer por conta do consumo inadequado de água. Além disso, a sensação de cansaço intensa manifesta-se, em alguns casos, por conta da desidratação. 

O mau humor pode, por vezes, ser causado pela consequência de não bebermos água o bastante. Segundo testes feitos por cientistas da Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos, a falta de água pode explicar não apenas a sensação de fadiga e desatenção, mas também o mau humor e dores de cabeça.

Beber pouca água também influencia na quantidade de comida ingerida de uma só vez. Isso porque, muitas vezes, confunde-se a necessidade de líquidos com a fome. 

Quanto de água devo beber?

Via de regra, a quantidade de água que deve ser ingerida por dia é de 2L. Mas esse valor pode variar conforme o seu peso. Por isso, existe uma fórmula simples para descobrir quanto você precisa beber diariamente. São 35 ml por quilo de peso corporal. Isso significa que uma pessoa de 45 kg precisa ingerir 1,5l de água. Já um indivíduo que peso 60 kg deve tomar 2,1 litros.

Lembre-se que essa quantidade tem de ser distribuída ao longo do dia. Assim, caso você se esqueça de beber e decida ingerir tudo de uma vez antes de dormir para compensar, saiba que não irá adiantar. Na verdade, tal prática pode se tornar prejudicial.

Tomar mais de 1 litro de água por hora pode causar diversas reações incômodas no corpo, além de resultar em um possível quadro de hiponatremia. Tal condição acontece quando a concentração de sódio fica muito baixa devido ao grande volume de água no organismo. Nesse momento, aparecem sintomas como, por exemplo: dor de cabeça, fadiga, mal-estar e náuseas.

Sinais de que você está bebendo pouca água

Quando algum processo não está acontecendo conforme o esperado, o corpo humano oferece diferentes sinais. Com a questão da hidratação, não poderia ser de outra forma. Assim, saiba alguns sintomas que revelam a necessidade de beber mais água:

  • Urina escura;
  • Pele ressecada;
  • Sensação de sede constante;
  • Cansaço;
  • Olheiras;
  • Febre baixa e constante.

Como beber mais água

Garrafinha de água

Antes de mais nada, crie o hábito de levar uma garrafa de água para os lugares. Deixe-a sempre próxima a você, seja em casa ou no trabalho. Dessa forma, as chances de você lembrar de beber água ao longo do dia são bem maiores.

De olho na sede

“Quando uma pessoa começa a sentir sede, isso significa que seu corpo já entrou em processo de desidratação”, diz a nutricionista Maria Fernanda Vischi D´Ottavio. Por isso, é importante beber água antes da sensação aparecer. A orientação é distribuir o consumo ao longo do dia para não ficar muitas horas sem se hidratar e manter o corpo funcionando regularmente.

Dias de verão

Em dias de temperatura elevada ou em regiões mais quentes, é importante aumentar a hidratação. Isso porque o organismo elimina maior quantidade de água através do suor.

Ajuda extra

Por fim, se você não curte tomar água, a dica é saborizar: experimente adicionar raspas de limão, pedaços de casca de laranja ou ainda folhas de hortelã.

Leia também: Filtro de barro ou purificador: qual é a melhor opção?

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

Quais são os benefícios da banana para a saúde? Veja lista e receitas saudáveis

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

horário para treinar
Bem-estar Movimento Saúde

Estudo revela melhor horário para pessoas com obesidade treinaram

O estudo da Universidade de Sidney identificou benefícios do treino noturno para a saúde do coração

Uso de Ozempic e anestesia
Saúde

Uso de Ozempic e anestesia: pacientes precisam de cuidados especiais

Medicamentos aumentam o risco de aspiração pulmonar durante o procedimento. Entenda!