Beber água é importante para o tratamento de doenças; veja por quê

Saúde
29 de Março, 2022
Beber água é importante para o tratamento de doenças; veja por quê

Certamente você já ouviu falar mais de uma vez que beber água é importante para se manter hidratado e evitar problemas de saúde. Afinal, o líquido faz parte de nossa composição e ajuda a viabilizar o bom funcionamento do corpo. Por essa razão, especialistas reforçam a ingestão de água adequada, principalmente em casos de quadros gripais ou dengue, por exemplo, doenças comuns nesta época do ano.

Veja também: Água: você sabe quanto deve tomar todos os dias?

Por que beber água é importante para recuperarmos a saúde?

Entre suas ações, o líquido é fundamental no tratamento das doenças infectocontagiosas, porque ajuda a eliminar substâncias tóxicas do organismo. Dessa forma, alivia-se os sintomas e diminui o risco de agravar o quadro. “No caso de doenças que comprometem as vias respiratórias, a água ajuda a fluidificar as secreções e possibilita que elas sejam expelidas com mais facilidade, aliviando os sintomas. Já para a dengue, se a pessoa estiver bem hidratada, o sistema circulatório funcionará adequadamente. Isso é muito importante, pois evita as complicações da doença, como a dengue hemorrágica. Portanto, com a hidratação, o impacto causado pelo vírus é menor”, explica Ana Cristina Simões, professora do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG.

A professora chama a atenção para o fato de que, além de ser essencial para fortalecer a resposta imune contra gripes e resfriados que são mais comuns no outono e no inverno, a água ainda previne doenças renais, hidrata a pele e elimina toxinas ingeridas ou produzidas no metabolismo diariamente.

“Se a pessoa toma algum medicamento, essa substância será eliminada do corpo. E a água é vital para que esse processo ocorra. Em uma pessoa desidratada, por exemplo, um remédio pode ter mais efeitos tóxicos, porque a urina não vai eliminar a substância”, observa Ana Cristina. 

Bebe pouca água? Veja como melhorar o consumo do líquido

Em períodos com temperaturas mais baixas, é normal sentir menos sede do que no calor, já que não há perda excessiva de líquido, como no suor. Isso faz com que muitos descuidem da hidratação e comprometam o funcionamento adequado do corpo

“Esperar ter sede para tomar água faz com que se beba menos líquido do que precisa. Então, principalmente no frio, devemos criar formas para contabilizar e nos lembrar da hidratação com frequência, como deixar sempre uma garrafinha de água por perto”, orienta o médico de Família e Comunidade Mateus Oliveira, professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG.

Além da água, outros líquidos como soro de reidratação oral, água de coco, sucos naturais e até frutas podem ajudar nesse processo. “As frutas são uma forma indireta de hidratação, principalmente se o indivíduo está com dificuldade de ingerir água. É uma alternativa interessante, já que têm vitaminas e outros componentes auxiliares que repõem a perda de líquido”, explica Oliveira.

Outra forma de se manter longe da desidratação é colocar despertadores no celular como forma de lembretes para beber água. Esse hábito facilita a vida de quem passa muito tempo realizando uma tarefa no trabalho e faz poucas pausas durante o dia. Veja aqui mais dicas para se hidratar adequadamente.

Fonte/texto original: Faculdade de Medicina UFMG.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Ozempic e anticoncepcional
Saúde

Ozempic pode cortar o efeito do anticoncepcional? Médica explica

Nas redes sociais, não faltam relatos sobre o efeito do Ozempic no aumento da fertilidade

Chá de erva baleeira
Alimentação Bem-estar Saúde

Chá de erva baleeira emagrece? Veja benefícios e como fazer

A erva é eficaz em tratamentos de reumatismo, gota, dores musculares e até úlceras; saiba mais

mulher sentada na mesa da cozinha com remédios para gripe na sua frente
Saúde

Queda na temperatura exige cuidados com a saúde. Confira

Neste fim de semana, o frio vai estar presente em diversas capitais. Queda na temperatura pede alguns cuidados com a saúde respiratória