Ácido linoleico conjugado: O que é, importância e onde encontrar

Alimentação Bem-estar
11 de Fevereiro, 2022
Ácido linoleico conjugado: O que é, importância e onde encontrar

O ácido linoleico conjugado (ou CLA) está presente na gordura de alguns alimentos e representa um tipo de ômega-6. Pode ser encontrado, por exemplo, no leite, no iogurte e em carnes — as principais fontes alimentares desse composto, aliás, são de origem animal.

E uma curiosidade: as carnes de animais ruminantes têm mais CLA quando comparadas às carnes de outros animais. Mas pequenas quantidades também já foram identificadas em frutos do mar e em aves, exceto no peru.

O CLA pode trazer diversos benefícios para o organismo. Faz bem para o coração, uma vez que evita o acúmulo de gordura no corpo, nas veias e nas artérias — isso quando associado a um estilo de vida saudável, é claro.

Além disso, como ele tem ação termogênica, contribui para o controle de peso e, portanto, para a saúde de um modo geral. Esse composto “acelera” o funcionamento do organismo, fazendo com que as nossas funções sejam aprimoradas — incluindo a construção muscular!

Por fim, uma outra ação do CLA é a imunomoduladora, isto é, faz bem ao sistema imunológico e, assim, ajuda a prevenir doenças como o câncer. Sem contar que ele é conhecido por ser um aliado do tratamento do diabetes por auxiliar no equilíbrio das taxas de insulina no sangue.

Leia também: Ômega 3: Para que serve, benefícios e como tomar

Onde encontrar o ácido linoleico conjugado?

O ideal é que você consuma todos os dias alimentos com boas quantidades de CLA, como leites e derivados, carne bovina e frango. Confira, dessa forma, qual a quantidade de miligramas de CLA por grama de gordura dos principais alimentos:

  • Carne bovina: 5,6 mg/g;
  • Leite: 5,5 mg/g;
  • Iogurte: 4,8 mg/g;
  • Carne bovina: 4,3 mg/g;
  • Frango: 0,9 mg/g;
  • Carne suína: 0,6 mg/g;
  • Peixe: 0,3 mg.

No café da manhã, bem como nos lanches da tarde e da noite, você pode incluir um copo de leite ou um pote de iogurte natural. Por outro lado, no almoço, invsita em uma porção de proteína com CLA, deixando as opções mais leves, como peixes, para o jantar.

Os suplementos de CLA

De acordo com especialistas, ainda não existem provas científicas definitivas dos benefícios do uso de suplementos de CLA para qualquer indicação. Além disso, a venda não é liberada no Brasil. Em 2019, a ANVISA proibiu a produção, a importação, o uso e a oferta de CLA sintético. Há, ademais, relatos de ocorrência de náuseas e diarréias com o uso do suplemento.

Fontes: Dani Borges, nutricionista de São Paulo; Edmo Atique Gabriel, médico cardiologista e nutrólogo, de São Paulo; e Marcella Garcez, médica nutróloga e diretora da Associação Brasileira de Nutrologia.

Referência: Nathália Machado Luz, Antônio Felipe C. Marangon. Benefícios do Consumo de ácido linoléico conjugado (CLA). UNINGÁ Review, 2012. Disponível em: https://repositorio.uniceub.br/jspui/bitstream/235/7356/1/1345.pdf.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

exames ergométricos
Bem-estar Movimento Saúde

Exames ergométricos: saiba quais são e a indicação de cada um deles

A atividade física é parte do tratamento de diversas doenças. Veja a importância dos exames e para quem são indicados

mulher segurando pílulas de citrato de magnésio na mão
Alimentação Bem-estar Saúde

Magnésio citrato alivia prisão de ventre? Entenda

Magnésio citrato é indicado para o tratamento da constipação aguda, mas nem todo mundo deve consumi-lo. Entenda melhor

mulher de lado tomando um suco verde em um copo
Alimentação Bem-estar

Como comer mais fibras no dia a dia? Dicas simples

O nutriente promove saciedade, melhora o trânsito intestinal, ajuda a evitar picos de açúcar no sangue e diminui a absorção das gorduras. Veja como comer mais