Gestante pode usar repelente? Veja os recomendados

Gravidez e maternidade Saúde
27 de Novembro, 2023
Gestante pode usar repelente? Veja os recomendados

O uso do repelente na gravidez consiste em uma das formas de prevenir infecções como dengue, chikungunya e zika, condições que podem não apenas comprometer a saúde da mãe, como também trazem riscos ao desenvolvimento do feto.

E como o Brasil é um país de clima tropical, muitas regiões abrigam insetos, mosquitos e outros bichinhos que são vetores dessas e de outras doenças – especialmente durante as estações mais quentes do ano.

Leia também: Como escolher o melhor repelente? Especialista dá dicas

Mas será que as gestantes podem usar qualquer tipo do produto? Confira a resposta a seguir:

Repelente na gravidez: quais usar?

O primeiro passo é escolher marcas que tenham registros válidos na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). É preciso também comprar sempre em locais seguros, evitando preparações caseiras ou de procedência duvidosa.

Além disso, a Dra Fernanda Nichelle, médica especialista em beleza e saúde da pele, afirma que apesar de existirem diversos ativos considerados seguros para as futuras mamães, o ideal é usar somente aqueles liberados pelo médico que está acompanhando a gestação.

Confira quais substâncias são consideradas seguras pela Anvisa:

DEET

O DEET é o principal ingrediente de diversos repelentes, e estudos mostram que produtos à base de DEET apresentam baixa toxicidade aguda, não representando preocupação significativa para a saúde humana quando usados conforme as instruções – sendo inclusive recomendados para grávidas e lactantes.

Você geralmente encontra repelentes com concentrações que variam de 10 a 25% de DEET – algumas marcas chegam a 99%! A diferença está no tempo de eficácia: um produto com 10% oferece duas horas de proteção, enquanto outro com 20% pode chegar a até quatro horas. Opções acima de 50% parecem não aumentar esse período.

IR3535 (ou ou EBAAP)

Embora tenha uma duração mais curta que o DEET, este é outro ativo considerado seguro para grávidas. Pode ser bastante irritante para os olhos, então vale aplicar com cuidado.

Icaridin (ou picaridin)

Uma preparação a 20% fornece proteção contra mosquitos em torno de cinco horas. Além disso, apresenta a grande vantagem de ser menos agressivo, irritando menos a pele e os olhos, não manchando tecidos, não apresentando odor e não deixando a sensação de pele pegajosa.

Repelente na gravidez: PMD

Trata-se da forma sintética de um ingrediente do óleo de eucalipto limão. Uma preparação de 30% do PMD protege contra insetos e carrapatos por quatro a seis horas – ou seja, o seu tempo de proteção é mais curto, o que exige aplicações mais frequentes.

Vale lembrar também que o PMD não deve ser confundido com formulações de óleo essencial de eucalipto, que não são aprovadas pela Anvisa como repelentes.

Leia também: Plantas repelentes para espantar mosquitos e insetos

Como aplicar corretamente?

Além de ficar de olho nos ingredientes do seu repelente, é preciso também tomar alguns cuidados na hora de aplicar. Como:

  • Siga à risca as instruções da bula;
  • Lave a pele com água e sabão quando não estiver mais exposta a insetos;
  • Aplique somente na roupa e na pele exposta – nunca na pele por baixo do tecido, em cortes ou em locais irritados;
  • Se for aplicar no rosto, borrife o produto nas mãos e depois espalhe cuidadosamente, evitando a região dos olhos e da boca;
  • Aplique primeiro o protetor solar e em seguida o repelente (30 minutos depois);
  • Lave bem as mãos com água e sabão após manusear o repelente;
  • Reforce a sua proteção com o uso de inseticidas no ambiente – apenas os aprovados pela Anvisa.

Fontes: Quais repelentes podem ser utilizados por gestantes e qual o modo de uso?, Biblioteca Virtual em Saúde; Repelentes são seguros e podem ser usados por gestantes, Fiocruz; Dra Fernanda Nichelle, médica especialista em beleza e saúde da pele.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Transplante de rim
Saúde

Transplante de rim: órgão doado faz falta? Quem pode doar? Entenda

Indicado para pessoas com doença renal crônica, transplante do novo órgão permite que o corpo volte a filtrar e eliminar líquidos e toxinas

Endometriose e saúde mental
Bem-estar Equilíbrio Saúde

Endometriose e saúde mental: como cuidar de si mesma?

Desconfortos podem causar uma série de desafios emocionais, por isso é importante cuidar da saúde mental

Que horas o mosquito da dengue mais pica
Saúde

Que horas o mosquito da dengue mais pica?

Veja quais são os principais horários e como se prevenir da doença