Como evitar o reganho de peso após a cirurgia bariátrica

Saúde
08 de Setembro, 2022
Como evitar o reganho de peso após a cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica é uma abordagem indicada para pacientes com obesidade grau III (IMC > 30); ou, então, obesidade grau II (IMC entre 25 e 30) que tenham doenças associadas como diabetes, hipertensão arterial e dislipidemia (colesterol elevado). Geralmente, recorre-se ao tratamento após outras abordagens voltadas para mudanças no estilo de vida, e ele costuma ser um método eficaz de emagrecimento. Contudo, alguns pacientes podem ter o chamado reganho de peso após a cirurgia bariátrica.

O que é o reganho de peso após a cirurgia bariátrica?

De acordo com a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (Abeso), os primeiros 18 meses após a intervenção cirúrgica (seja pelo método bypass ou sleeve gástrico), caracterizam-se como a fase de “lua de mel”. Nela, pode ocorrer uma redução de cerca de 50% do peso inicial. Além de ser um período no qual o paciente fica mais motivado e adere à dieta com mais afinco.

Depois disso, há a possibilidade de aumento do peso, o que não significa, necessariamente, um problema. A própria Abeso afirma, por exemplo, que recuperar de cinco a 10% dos quilos perdidos depois de dois anos (de forma lenta e sem o aparecimento de outras doenças) é considerado normal, e pode ser revertido com ajustes no estilo de vida.

Contudo, se o reganho começa logo no primeiro ano após a cirurgia, ou se acontece de forma acentuada e com a piora de certas condições (hipertensão, gordura no fígado, dislipidemia, apneia…), ele merece atenção. “Isso não é frequente, acometendo menos de 10% dos pacientes operados — que podem ganhar até 50% do peso perdido”, diz o Dr André Augusto Pinto, cirurgião geral e bariátrico da Clínica Gastro ABC.

Leia também: Síndrome metabólica e suas relações com a obesidade

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

O que fazer?

Nesse caso, é preciso buscar uma equipe multidisciplinar, que ajudará o paciente a encontrar as causas do reganho de peso sem discriminações ou preconceitos. O indivíduo passará por avaliações clínicas, nutricionais e psicológicas para que ele consiga tratar adequadamente os motivos que o levaram a engordar novamente — sejam eles hormonais, de alimentação, por conta do sedentarismo ou de questões psicológicas.

Leia também: Vida depois da bariátrica: quais hábitos e mudanças devo ter?

Como evitar o reganho de peso após a cirurgia bariátrica?

O Dr André Augusto lembra que a obesidade é uma condição crônica e que envolve diferentes variáveis. Por isso, exige mudanças nos hábitos de vida para sempre, mesmo após a cirurgia bariátrica.

“Se indivíduos com obesidade não alterarem seus costumes alimentares e de vida, além de não contarem com o acompanhamento de uma equipe médica e multidisciplinar, podem recuperar o peso”, explica.

Para evitar o problema, é fundamental seguir as orientações pós-operatórias do cirurgião bariátrico, bem como contar com a ajuda da equipe multidisciplinar já citada. “Além disso, deve-se manter uma dieta balanceada, evitando carboidratos refinados, doces, massas, gorduras, frituras e alimentos ultraprocessados em excesso”, complementa o médico.

Por fim, ele também cita a importância da prática regular de atividades físicas. E da suplementação de certos micronutrientes — cuja necessidade é avaliada caso a caso.

Fonte: Dr André Augusto Pinto, médico cirurgião geral e bariátrico da Clínica Gastro ABC.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

selfie do ex-jogador de vôlei, Tande
Saúde

Tande, do vôlei, sofre infarto e é internado em hospital

Tande, ex-jogador da seleção brasileira de vôlei, revelou ter tido 98% de entupimento em uma de suas veias e sofrido um infarto

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

Quais são os benefícios da banana para a saúde? Veja lista e receitas saudáveis

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

horário para treinar
Bem-estar Movimento Saúde

Estudo revela melhor horário para pessoas com obesidade treinaram

O estudo da Universidade de Sidney identificou benefícios do treino noturno para a saúde do coração