Partes íntimas ganham espaço na rotina de cuidados: conheça o skintimates

Beleza Bem-estar
22 de Julho, 2022
Partes íntimas ganham espaço na rotina de cuidados: conheça o skintimates

O autocuidado é um tema que está cada vez mais em alta e, entre todos os fatores que levam a ele, está também a rotina de cuidados de beleza com a pele, o cabelo e até mesmo as partes íntimas.

Prova disso é que já existe até um nome popularizado fora do país para o que seria o skincare dedicado à região íntima: skintimates.

Apesar de o termo não possuir tradução do inglês para o português, ele é uma junção das palavras “skin” e “intimates”, que quer dizer “pele” e “íntima”.

Mas, afinal, ele se assemelha à rotina de cuidados já conhecida para a pele? Para esclarecer esta e outras dúvidas, consultamos a médica ginecologista Ana Flávia Cavalcante, de Goiânia, Goiás.

Leia também: Autocuidado: Afinal, o que é, como fazer e benefícios

Cuidados básicos para a pele das partes íntimas

Segundo a profissional, a pele das partes íntimas tem um pH mais baixo que a do restante do corpo.

Desta forma, ela sugere que os cuidados básicos com esta região devem começar com o uso de um sabonete íntimo testado dermatologicamente. O produto, contudo, deve ser de preferência sem aroma ou cor, para não causar alergia.

“A pele da vulva deveria ser lavada com sabão apenas uma vez ao dia, porque é uma área muito delicada. Já a virilha, região perianal e glúteos, podem ser lavados quantas vezes forem necessárias”, orienta.

Além disso, a região da virilha pode ter uma sudorese intensa, portanto também pede cuidado específico.

“Sugiro o uso de desodorante roll on sem álcool para essa região. Ele melhorará bastante o odor no final do dia.”

Leia também: Cuidados que você tem que ter com a saúde íntima

Quais são as queixas mais comuns sobre a pele nestas regiões?

Quando o assunto é a aparência da região íntima, Ana Flávia afirma que a queixa mais comum entre suas pacientes é o escurecimento da região íntima. Isso, segundo ela, inclui a vulva, virilha e região perianal.

“Esse escurecimento é geralmente desencadeado por algum fator agressor local, como depilação, calcinhas e roupas apertadas, alergias crônicas a absorventes, protetores diários e aos tecidos das calcinhas”, explica.

Vale ressaltar que, atualmente, existe o chamado “rejuvenescimento vaginal”, que trata estes e outros incômodos de mulheres quanto a suas partes íntimas.

Dentro das opções de tratamentos, o clareamento é um dos mais desejados, de acordo com profissionais.

Além disso, outro incômodo bastante comum é a foliculite e a hidradenite.

Leia também: Afinal, o que é foliculite? Veja causas, tratamento e como evitar o problema

O primeiro se trata de uma inflamação dos bulbos onde os pelos crescem e, o segundo, uma doença inflamatória do folículo, com surgimento de nódulos em áreas como a virilha.

Para ambos os casos, a profissional afirma que apostar em depilação à laser e usar roupas leves e não tão coladas ao corpo podem ser a solução.

Por fim, também é comum que as pacientes reclamem da falta de volume local, principalmente na vulva. Para este incômodo, a médica indica a aplicação de ácido hialurônico local.

Leia também: Bumbum care: 5 cuidados focados na região dos glúteos

Então, como fazer o skintimate?

Normalmente, o skincare é composto por uma série de etapas, incluindo limpeza, hidratação, esfoliação, cosméticos com ativos, proteção solar, entre outras.

Já quando falamos em cuidados com as partes íntimas, não é necessário nem saudável passar por todos estes passos.

Segundo Ana Flávia, o ideal é higienizar região quantas vezes for preciso. O sabonete íntimo, contudo, deve ser usado apenas uma vez ao dia na vulva.

“Virilha e região do ânus estão liberadas para serem lavadas com sabão íntimo mais vezes se necessário. Já na região glútea pode ser usado qualquer sabão líquido hidratante, para manter a qualidade da pele”, ela sugere.

Leia também: Sabonete íntimo: vale a pena usar? Conheça mais

A profissional explica, ainda, que é possível usar hidratantes nas regiões íntimas. Contudo, o ideal é que os produtos sejam sem cheiro, para evitar irritações e manter a saúde da pele local.

Já quanto à esfoliação, o indicado é fazer apenas na região dos glúteos, de uma ou duas vezes por semana, para não agredir muito a região.

“Existem cremes clareadores excelentes para a área da vulva e virilha, que podem ser usados como skincare diário, mas devem ser prescritos por um médico”, complementa.

Fontes: Ana Flávia Cavalcante, médica ginecologista e membro da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia, de Goiás; Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Sobre o autor

Ana Paula Ferreira
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em beleza e bem-estar.

Leia também:

lata de leite condensado cozida aberta com abridor
Bem-estar Casa

Doce de leite na air fryer dá certo? Pode explodir?

Uma receita de doce de leite na air fryer viralizou recentemente no TikTok. Mas será que realmente dá certo? Confira

foto de folhas de citronela em uma bandeja de bambu
Bem-estar Casa Saúde

Planta citronela espanta mosquito da dengue?

A planta possui um óleo essencial desagradável para alguns insetos. Contudo, a citronela não deve ser a única estratégia para espantar o mosquito da dengue

ovo ajuda no ganho de massa
Alimentação Bem-estar

Aumentar o consumo de ovos ajuda no ganho de massa muscular?

Um adulto deve ingerir cerca de 1 a 3 ovos por dia, mas recomendação pode mudar dependendo individuais