Molho de tomate: Como escolher, benefícios e receitas

Alimentação Bem-estar
29 de Outubro, 2019
Molho de tomate: Como escolher, benefícios e receitas

Com tantas versões de molho de tomate, é bastante comum ter dúvidas na hora de escolher o produto mais apropriado para cada receita. Então, para desmistificar essas incertezas, a nutricionista Alyne Santin explica as maiores diferenças.

A especialista alerta que o principal cuidado que se deve ter em relação aos molhos industrializados é o excesso de sal, açúcar e conservantes que o produto pode conter. “Pois, as opções industrializadas contêm substâncias que devem ser evitadas, como o realçador de sabor, glutamato monossódico, açúcar, conservantes, entre outros.”, diz.

Diferença de molhos

A concentração nos molhos se diferenciam devido a quantidade de tomates que são utilizados no preparo. Assim, o molho de tomate caseiro é feito a partir do tomate pronto para o consumo. No entanto, alguns ingredientes extras podem ser adicionados para dar mais sabor, como alho, cebola e manjericão, por exemplo.

Já quanto aos tomates ideais para o preparo, o tomate Italiano não apresenta tantas sementes e, por ser mais carnudo, é indicado para fazer molhos. Além disso, vale lembrar que a escolha do tomate é muito importante, e o indicado é que ele esteja maduro, saudável e vermelho.

Usada em diversas receitas por conta de sua praticidade, a polpa de tomate é essencialmente o tomate processado. Ou seja, as polpas costumam ser feitas a partir de tomates sem pele e sem sementes. Devido a sua textura mais líquida, não é tão concentrado como o extrato.

Já o extrato de tomate apresenta uma alta concentração e necessita ser diluído na sua utilização. Dessa forma, o seu principal papel nas receitas é tornar os molhos mais densos e, por isso, é conhecido como “base para molhos”.

Qual escolher

Por serem produtos industrializados, a polpa e o extrato de tomate costumam ter um alto teor de sódio e, com isso, a opção mais saudável é o molho de tomate caseiro. “Assim, o tomate é um dos alimentos que mais contém agrotóxico do mercado. Mas, o molho de tomate caseiro é o mais indicado, uma vez que o consumidor pode optar pelo tomate orgânico.”, explica Alyne. Portanto, caso escolha versões industrializadas, a dica de ouro é se atentar aos rótulos das embalagens.

Leia mais: Conheça os benefícios do tomate

Receitas

molho de tomate

Molho de tomate caseiro e saudável

Tempo total 30 minutos

Porções 700 ml

Ingredientes

  • 15 unidades tomate maduro
  • 1 cebola
  • Açúcar de coco (1 colher sopa)
  • 1 colher sobremesa sal
  • Além disso, azeite de oliva (1 colher sopa)
  • 1/2 colher chá pimenta do reino
  • 2 colher sopa manjericão picado

Modo de preparo

Ferva a água em uma panela grande. Em seguida, lave os tomates e faça um corte em “X” na base. Adicione os tomates na água fervendo durante 5 minutos (até soltar a pele). Depois, passe os tomates para uma bacia de água gelada e solte a pele de cada um. Pique os tomates caso desejar o molho em pedacinhos ou passe no liquidificador se desejar uma textura mais lisa. 

Assim, na mesma panela que ferveu os tomates, refogue no azeite a cebola picada, mexendo até dourar bem. Adicione os tomates picados junto com o suco que liberar. Mexa bem e misture o restante dos ingredientes com a exceção do manjericão. 

Deixe o molho reduzindo durante 20 minutos em fogo baixo. Por fim, quando terminar, adicione o manjericão.

Molho de tomate rústico perfumado

Ingredientes
  • 2 latas de tomates pelados
  • 6 colheres (sopa) de azeite
  • 1 cebola
  • 6 dentes de alho
  • ½ talo de salsão sem as folhas
  • 15 folhas de manjericão
  • 1 ramo de orégano fresco
  • 1 ramo de alecrim fresco
  • 5 xícaras (chá) de água
  • Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Modo de preparo

Lave e seque as ervas e o salsão. Depois, descasque e pique fino a cebola, os dentes de alho e o salsão (se preferir, passe no ralador). 

Em seguida, euma panela média, leve ao fogão em fogo baixo com o azeite o orégano, o alecrim e 10 folhas de manjericão. Controle a temperatura, mantendo o fogo bem baixo para não queimar as folhas. Depois de 5 minutos, junte a cebola e mexa até ficar transparente. 

Enquanto isso, leve ao fogo médio uma panela com a água. Mas, quando ferver, desligue. Refogue o salsão por 3 minutos junto com o azeite, em fogo médio. Ou seja, junte o alho e misture por 1 minuto. Em seguida, adicione os tomates (e o líquido da lata) e pressione com uma espátula para despedaçar. Tempere com sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto. 

Assim que o tomate começar a ferver, abaixe o fogo novamente e junte 2 xícaras (chá) da água aquecida. Assim, misture bem e deixe cozinhar por 1h30, com a panela tampada, mexendo de vez em quando. Mas, o fogo deve estar o mais baixo o possível, caso contrário, o molho vai grudar no fundo da panela. A medida que for secando, vá adicionando água quente. No total você vai usar as 6 xícaras (chá). 

Por último, junte as folhas de manjericão que sobraram, rasgando com as mãos. Por fim, escolha a massa de sua preferência e sirva-o.

Sobre o autor

Lorena Rocha
Estagiária de receitas do Cuidaí

Leia também:

mulher praticando chutes em um ringue com seu treinador
Bem-estar Movimento

Kickboxing: tudo o que você precisa saber sobre a modalidade

O esporte de combate desarmado em pé que combina técnicas de soco e chutes

mulher colocando chá em uma xícara, em cima de uma mesa de madeira. o consumo de chá traz muitos beneficios a saúde.
Alimentação

Hábito de consumir chá pelo menos 3 vezes na semana aumenta tempo de vida, diz estudo

Os chás podem ser uma excelente estratégia para quem deseja uma vida longeva e saudável; conheça os benefícios de consumir chá regularmente.

homem idoso sentando no sofá, com uma coberta sobre os ombros, tomando chá verde - um dos alimentos que aquecem o corpo
Alimentação

5 alimentos que aquecem o corpo nos dias frios (e como consumir)

O processo de aquecer o corpo por meio de alimentos é conhecido como termogênese; confira a lista de alimentos para o frio.