Juju Salimeni mostra marmita em viagem

Alimentação Bem-estar
10 de Novembro, 2022
Juju Salimeni mostra marmita em viagem

Juju Salimeni está viajando com o namorado Diogo Basaglia. Durante o trajeto até a Romênia, ela fez uma escala em Paris e mostrou para seus seguidores que não deixa a dieta de lado: nos Stories do Instagram, compartilhou o potinho de frango e arroz que levou na bolsa para o café da manhã. Mas e quem não tem tempo para preparar uma marmita, assim como Juju Salimeni, como comer bem no aeroporto?

Marmita da Juju Salimeni

A combinação de arroz com frango é incomum no café da manhã, ainda mais fria. Mas pode ser uma escolha saudável e prática para levar aos lugares, além de fornecer carboidratos e proteínas, muito importante para quem treina pesado e quer ganhar massa muscular.

marmita da Juju Salimeni

Reprodução Instagram @jujusalimeni

“Primeira parada, estamos no aeroporto de Paris. Estamos fazendo escala aqui. Daqui vamos para Bucareste. Paramos para? Marmitar. Vou aproveitar para marmitar. Recebi um monte de perguntas do pessoal querendo saber se pode levar marmitas no avião. Sempre levei normalmente, nunca tive nenhum problema. Até onde sei não pode levar líquido, mas comida é normal. Estou aqui com a minha bolsinha”, disse ela.

Leia também: Caseína: Para que serve, o que é, benefícios e mais

Como comer saudável no aeroporto?

Contudo, se você não tem tempo ou simplesmente não quer levar marmita como Juju Salimeni, ainda é possível manter uma alimentação equilibrada. Confira algumas dicas:

  • Chegue com antecedência: quanto mais apressado você estiver, menos capricho terá para definir o que vai comer. Além disso, você tende a prestar menos atenção na refeição (afinal, o seu pensamento estará no horário do voo) — o que leva você a ingerir mais comida;
  • Pesquise restaurantes: entre no site do aeroporto e cheque quais são os restaurantes disponíveis. Dessa forma, você saberá quais priorizar quando chegar lá. Uma boa dica é escolher estabelecimentos com opções naturais, como saladas, tapiocas e pratos caseiros.

“O recomendado é comer algo leve, de fácil digestão e que não sobrecarregue o organismo. Dependendo do tempo de duração da viagem, você terá que lidar com o aspecto do jet lag (distúrbio temporário do sono em que o organismo precisa se adequar ao novo fuso horário). Isso, por si só, já pode ser bastante penoso para o corpo, não havendo necessidade de sobrecarregá-lo ainda mais com a alimentação”, afirma a nutricionista Dayse Paravidino.

Frutas e sucos naturais, água de coco, água pura e snacks assados, por exemplo, poderão ajudá-lo a chegar ao seu destino sem maiores problemas. A palavra de ordem é moderação!

Por outro lado, ela contraindica alimentos que provocam gases (feijão, repolho, couve-flor) e bebidas gaseificadas. Isso porque as mudanças de pressão na cabine podem gerar inchaço e gases — que são potencializados pelos itens descritos acima.

Por fim, evite álcool, café e outros líquidos energéticos, porque eles estimulam a desidratação (em um ambiente que já é extremamente seco) e podem ter seus efeitos potencializados pela menor concentração de oxigênio no avião.

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Chás pré e pós-treino
Alimentação Bem-estar

Chás pré e pós-treino: veja as melhores opções

O chá é a segunda bebida mais consumida mundialmente, depois da água, sendo o Brasil um dos maiores consumidores. De acordo com um balanço da Euromonitor

Lapsos de memória
Bem-estar Equilíbrio Saúde

Lapsos de memória: 8 principais fatores e como evitá-los

Rotina sobrecarregada, estresse e noites maldormidas são algumas das causas

Quando mudar a rotina de skincare
Beleza Bem-estar

Rotina de skincare: quando mudar os produtos? Dermatologista explica

Segundo a dermatologista, apesar da percepção, a pele continua se beneficiando da rotina