Maquiagem envelhece a pele? Profissional esclarece

10 de maio, 2022

Começar o dia se produzindo é um ritual que faz parte da rotina de muitas pessoas. Esse hábito, contudo, ainda gera uma dúvida muito comum: afinal, maquiagem envelhece a pele?

De acordo com Karine Okamoto, dermatologista da Clínica Vanité, de São Paulo, a resposta é não – e muito pelo contrário.

“Quando usamos os produtos e técnicas certas, a maquiagem pode ajudar a retardar o envelhecimento e melhorar a autoestima das mulheres”, explica ela.

Leia também: Maquiagem causa acne: mito ou verdade?

Maquiagem não envelhece a pele

Com o avanço da indústria da beleza, os produtos têm, cada vez mais, contado com receitas que beneficiam a pele. Com isso, o mito de que a maquiagem envelhece a pele está cada vez mais distante.  

Karine diz que é comum encontrarmos produtos ricos em antioxidantes, vitaminas, ácido hialurônico e outras substâncias que protegem e recuperam a pele, fazendo bem para sua qualidade da derme.

Além disso, o protetor solar também ganhou a função de cobertura em algumas marcas, ajudando a proteger a pele dos raios solares ao mesmo tempo que faz a função de maquiagem.

Com isso, é possível ver que, cada vez mais, os produtos de beleza e maquiagem têm ajudado na busca de uma pele saudável e bem cuidada.

Leia também: Maquiagem com FPS pode substituir o filtro solar?

Mas ela pode oferecer algum malefício?

Apesar de oferecerem os benefícios citados, alguns produtos podem, sim, prejudicar a saúde da pele. Contudo, são aqueles que são feitos com substâncias já conhecidas como nocivas, como parabenos, óleo mineral, alumínio, formaldeído, silicone e polietilenoglicol.

A dica, aqui, é ler a fórmula dos produtos antes de comprar, para checar se eles não têm estes ingredientes em sua composição.

Leia também: Maquiagem falsificada: quais os riscos de seu uso

Além disso, para manter a pele saudável é preciso tirar a maquiagem corretamente.

“Sempre oriento a remover de forma suave antes de dormir, para que o rosto fique limpo no período de descanso e até para fazer o skincare noturno, com cremes anti-idade”, indica Karine. Para isso, ela sugere o uso de água micelar para a remoção.

Por fim, a profissional ainda ressalta que as mudanças da pele relacionadas ao envelhecimento incluem não só o possível efeito nocivo de alguns produtos, mas também a flacidez, o aparecimento de rugas e manchas, e ainda o câncer de pele em alguns casos.

Fonte: Karine Okamoto, dermatologista da Clínica Vanité, de São Paulo.

Sobre o autor

Ana Paula Ferreira
Ana Paula Ferreira
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em beleza e bem-estar.